RCC FÓRUM: Seja bem-vindo ao fórum!
Canal Oficial da RCC no Whatsapp!
RevoTech: Startup de Tecnologia - Empresa da Comunidade
ANUNCIE AQUI: Exponha sua marca para milhares de acessos
Revo Viagens: Ofertas imperdíveis te esperam!
HABBOREVO: Venha fazer parte do maior fã site policial do Habbo Hotel.
RCC DISCORD: Junte-se ao nosso canal no Discord!
RCC Cast: Ouça o nosso podcast, no Youtube ou no Spotify.
PMJ: TENHA O AUXÍLIO QUE VOCÊ PRECISA!

Corregedoria
Corregedoria
Conta Oficial

RCCoins : 200
Mensagens : 1775
Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz PT725Sou uma conta Administrativa da RCC
Ter 1 Ago - 9:50
Nick do delator: -:Beatriz
Corpo da acusação:

Acusação:


Última edição por Corregedoria em Qui 3 Ago - 21:01, editado 3 vez(es)


Atenciosamente,

Corregedoria da RCC.
Corregedoria
Corregedoria
Conta Oficial

RCCoins : 200
Mensagens : 1775
Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz PT725Sou uma conta Administrativa da RCC
Ter 1 Ago - 9:50
Aguardando o direito de defesa.
21:02 - 02 Ago 2023


Atenciosamente,

Corregedoria da RCC.
Corregedoria
Corregedoria
Conta Oficial

RCCoins : 200
Mensagens : 1775
Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz PT725Sou uma conta Administrativa da RCC
Qua 2 Ago - 22:45
Nick do infrator: Diretoria do Corpo Executivo
Corpo da defesa:

Defesa tieck:

Defesa Hunter!:

Defesa Kisthy:


Atenciosamente,

Corregedoria da RCC.
Corregedoria
Corregedoria
Conta Oficial

RCCoins : 200
Mensagens : 1775
Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz PT725Sou uma conta Administrativa da RCC
Qua 2 Ago - 22:45
Caso aberto para julgamento da Corregedoria até 04 Ago 2023 às 22:45

Aguardando parecer do relator até 03 Ago 2023 às 22:45
Corregedor Relator:
Comandante benjlfbaby


Atenciosamente,

Corregedoria da RCC.
benjlfbaby
benjlfbaby
Administrador

RCCoins : 200
Mensagens : 1835
Patente : Comandante Geral
Idade : 21
Localização : ΜΟΛΩΝ ΛΑΒΕ

Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz IT693Sou um militar da PMRCC
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz NL219Eu fiquei no BETA! #RCC2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE25FNem sempre o lado bom da força leva a melhor... #StarWars
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE24FO Lado Ruim da força nunca perde! #StarWars
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz PT759Participantes Par Caipira
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Kv4FCOuSei de tudo quando se trata de futebol! #RCC2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ARM25Acampamento Militar - 2023
Qui 3 Ago - 15:59
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Themis11

I. ANÁLISE

1. Em primeira análise, faz-se necessário entender o que culminou no presente recurso. A apelação demonstra-se insatisfeita com o regresso da acionista majoritária :-Beatriz à especialização intermediária, alegando uma insuficiência de motivos e falta de critério pela Diretoria do Corpo Executivo.

2. A apelação inicia seus argumentos tentando refutar um dos argumentos apresentados pelo acionista majoritário Kisthy durante a abertura de regresso, nomeadamente a omissão da referida em debates pertinentes ao Corpo Executivo. Para complementar, arguiu que existem evidências que comprovam a partição da :-Beatriz em debates.

Contudo, a partir dos anexos apresentados pela defesa, é possível evidenciar uma participação ativa em debates, refutando a argumentação principal do texto de abertura da análise apresentado pelo Diretor Kisthy (vide o anexo I).

3. Apesar de não estar veiculado no documento apresentado pela defesa, não é preciso ir muito longe para descobrir de quais conversas se tratam, haja vista que estão contidos em sua defesa de regresso (vide anexo I). Para esse ponto, é válido salientar que a executiva é membra da Diretoria desde agosto de 2022, tendo, aproximadamente, 11 meses no órgão.

3.1 Em meu entendimento, as evidências não são suficientes para justificar uma presença em debates por parte da apelação, principalmente, ao considerarmos o tempo em que esteve presente no órgão. Julgo que é desproporcional levar em consideração cinco prints num período de 11 meses como forma de justificar presença nas discussões realizadas pela Diretoria.

4. Em outro momento, a apelação argumenta que a executiva nunca deixou a desejar com suas funções dentro do órgão, sendo comprometida com suas funções no órgão. Prezados, não estamos avaliando um regresso da especialização intermediária e sim da especialização avançada. Porquanto, considero intangível levar em consideração o simples fato de realizar suas obrigações no órgão como argumento nesse caso. Principalmente, num cenário em que o foco principal deve ser o que a executiva faz além do básico, sendo este um dos principais motivos que a levaram ao regresso.

5. É inegável, de fato, que a referida é uma figura forte no Corpo Executivo, em detrimento das posições que ocupa, sendo líder da companhia mais numerosa e de duas outras subcompanhias. Entretanto, não considero que isso seja suficiente para justificar a falta de desempenho basilar da executiva. Apesar de liderar grupos de tarefas, é fundamental que haja um engajamento com o corpo executivo, através da presença e participação no batalhão, para justificar sua permanência na especialização que ocupava. Caso contrário, poderia realizar suas funções na especialização básica.

6. Desvincularei dessa análise as citações acerca de uma suposta falta de conduta por parte da executiva, ocorrida no saguão do batalhão, por se tratar de um episódio isolado - resolvido na hierarquia - e que não há registros apresentado por nenhuma das partes. Fato que, por si só, impede que formule uma opinião sobre o ocorrido e aborde o tópico citado de maneira coerente.

7. No que tange aos seus colegas de órgão não acompanharem de perto seu trabalho no corpo executivo, para afirmar que ela não faz nada além do obrigatório ao corpo executivo, entendo que se não acompanham é por falta de atitude em demonstrar da referida. Nesse cenário, ressalto que os executivos Kisthy e Hunter! partilham o mesmo turno que a policial, nesse viés, caso um trabalho mais assíduo em prol do corpo executivo fosse demonstrado, certamente seria notado pelos policiais. Outrossim, entendo que é dever de um policial que ocupa altos postos em um determinado corpo manter uma transparência a respeito do seu trabalho, justamente para servir de exemplo aos policiais mais novos e que buscam espelhar-se nos mais experientes.

8. Por fim, trago à tona um comentário realizado pela apelação, onde alega que o desempenho da executiva sempre foi consistente e que as alegações sobre ser básica começaram a ocorrer recentemente. Entretanto, nobres julgadores, ao analisar a última avaliação da corregedoria que a executiva participou - referente ao mês de maio - nota-se que as críticas já estavam presentes. (vide anexo II)

CoGer LuiizinBR_ escreveu:A Acionista -:Beatriz mantém um alto padrão de rendimento em seus grupos de tarefas e gestões. Sua dedicação a estes é notória, não da para se negar tal fato, ela é dedicada e consegue ser constante em suas atividades de desenvolvimento destes grupos, sempre muito preocupada para não deixá-los decair. Entretanto, ela apresenta a mesma problemática que já foi citada aqui anteriormente, ela teve uma queda em sua presença nos últimos tempos e sua participação direta na hierarquia e desenvolvimento da instituição ainda é precária, sendo necessário que ela aprimore esses pontos caso queira conquistar novas coisas. Ressalto que ela tem grupos de tarefas importantes que ela poderia utilizar ao próprio favor nessa caminhada.
Comandante Gyuuk1 escreveu:Apesar da diretora realizar um bom trabalho nos grupos que faz parte, sinto falta de sua atuação dentro da hierarquia da instituição, bem como suas contribuições pelo corpo que faz parte. Assim como o iam_jrvieira, tenho ciência de que a executiva só atingirá postos superiores quando souber utilizar os poderes que já possui. Como sempre cito em minhas análises, carreiras administrativas podem se estender muito mais do que seus cargos dentro dos grupos.
Comandante ,Tramp escreveu:Tenho observado uma boa atuação da militar avaliada. Sua presença no batalhão é boa, vejo-a sempre gratificando seus subalternos quando em função, bem como aparenta ser solícita. Não à toa, foi contemplada com a função de administradora do fórum. Indubitavelmente, ocupa grandes posições de liderança na instituição, razão pela qual detém enorme responsabilidade para com a polícia. Neste sentido, enquanto ocupante de várias lideranças, é seu papel ter uma posição mais imponente, mostrando que faz a diferença e tomando atitudes que destaquem sua atual posição na hierarquia.
CoGer raphaelle11. escreveu:Em pouco tempo, a militar -:Beatriz alcançou grandes postos em seus grupos de tarefas, conseguindo coincidir todos eles, desenvolvendo e aprimorando sua capacidade administrativa e de liderança, tendo uma boa comunicação com seus membros e solucionando quaisquer problemas existentes. Ademais, possui uma presença regular, sendo necessário focar nesse quesito a fim de melhorar.
Chanceler -Kevinho1Habbo- escreveu:A policial Beatriz é uma líder excelente. Possui nas mãos ferramentas incríveis para se tornar uma policial extremamente poderosa. É crucial que ela melhore seu envolvimento DIRETO com os corpos hierárquicos e com a RCC.

8.1 Portanto, prezados, julgo que as críticas referentes ao seu desempenho e necessidade de atuar mais com a hierarquia e o Corpo Executivo não vem somente de seus colegas de órgão e sim também deste colegiado. Nesse cenário, levando em conta as informações repassadas pelo presidente do órgão - chanceler -Kevinho1Habbo- - acerca da necessidade de adequação dos policiais ocupantes da especialização avançada em até 15 dias - contando a partir do seu retorno de licença, caso estejam - sob condição de permanência na especialização que ocupam (vide anexo III). Nesse viés, entendo que não houveram melhoras significativas referente às criticas realizadas por este colegiado. Nesse sentido, interpreto que não houveram desvios no decorrer da análise de regresso aberta pelo acionista majoritário Kisthy e votada pela Diretoria do Corpo Executivo.

Ressalto que o anexo III possui permissão do senhor comandante supremo douglasfon71 para ser utilizado.


II VEREDITO

Diante dos fatos e de todos os fundamentos apresentados no presente instrumento, voto pelo indeferimento do caso, mantendo o regresso da acionista majoritária -:Beatriz à especialização intermediária.
Atesta este documento,
Corregedor benjlfbaby.


Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz 2ZSE07k
,Tramp
,Tramp
Administrador

RCCoins : 200
Mensagens : 2811
Patente : Marechal
Cargo : Chanceler
Outro : Veterano
Idade : 22
Localização : Minas Gerais

Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz IT693Sou um militar da PMRCC
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE33BCompartilhador de momentos #RCC13Anos
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz X1615Marquei presença na competição de visuais natalinos!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz BRA18Participei do Caça-Palavras Premiado
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE385Eu me declarei para a RCC! #RCC13Anos
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz FR952Eu sou Potterhead! #Sonserina
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz NL219Eu fiquei no BETA! #RCC2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ITD33Taça das Casas #Sonserina #HP2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz HU022Eu sei tudo quando se trata de Harry Potter! #HP2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz 7wz7dV3 KiHabbo e RCC - Emblema de Parceria!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ES47F Carnaval na pandemia? Eu fui, eu tava!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz BRA19 "Dia da Mulher revolucionária #2021!" Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ITB75 "Sorteio? Tô dentro! #GiftCard"
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz NfayQbK Vencedores da Copa das Companhias! #TudoVerde #2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz CBP01A RCC me tornou mestre no ENEM!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz RePEwSVLeague of Legends!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz WWB13Counter Strike!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ITD85"O lado negro da força!"
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE25FNem sempre o lado bom da força leva a melhor... #StarWars
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE24FO Lado Ruim da força nunca perde! #StarWars
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz NL671Participei do Descubra a senha! #2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz PT67AMestre em descobrir senhas! #2º Lugar!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ITD51Orgulho Geek - Dia do Nerd! #2021"
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz NL057Dia dos Namorados! #2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Kv4FCOuSei de tudo quando se trata de futebol! #RCC2021
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz IT475Parabéns douglasfon71!
Qui 3 Ago - 19:54
Veredito: De acordo com o relator.
Lynsk
Lynsk
Administrador

RCCoins : 99999
Mensagens : 500
Patente : Comandante
Idade : 21
Localização : Maldivas

Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz OULfm8LMembro da Polícia RCCCaso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz DE54C14 anos de Revolução Contra o Crime
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ARM25Acampamento Militar - 2023
Qui 3 Ago - 21:34
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Cor_ly10

1. ANÁLISE

Inicialmente, é imprescindível destacar que o regresso da Acionista Majoritária -:Beatriz possui semelhanças com o caso da Chanceler NatallyFrank, cujo regresso foi cancelado pela presidência da Diretoria do Corpo Executivo, vide anexo I. Tanto os motivos alegados para o regresso quanto os comentários dos diretores nas duas análises apresentam semelhanças notáveis.

Diante disso, minha análise se baseará principalmente na comparação entre essas duas militares, considerando que uma teve seu regresso de especialização efetivado e a outra teve o regresso cancelado.

Vale ressaltar que não é de minha competência avaliar o regresso ou o cancelamento do regresso da Chanceler NatallyFrank; meu objetivo é apresentar os fatos de forma clara e imparcial para possibilitar uma análise justa.

1.1 DAS AVALIAÇÕES DA MILITAR NATALLYFRANK E ANÁLISE DE REGRESSO

Abordando o tópico referente às avaliações realizadas pela Diretoria do Corpo Executivo referentes aos membros da Especialização Intermediária e Avançada no ano de 2023, destaco que a Chanceler NatallyFrank teve três avaliações.

A sua primeira avaliação foi logo após ter alcançado a sua Especialização Avançada, contendo comentários positivos. A sua segunda avaliação foi posterior a uma licença, onde os avaliadores deixaram nos comentários a impossibilidade de realizar uma avaliação concreta, devido ao afastamento recente da militar. Agora, prosseguirei mencionando os comentários dos diretores em relação à Chanceler NatallyFrank durante sua terceira avaliação, que também é a última avaliação até o momento:

Hunter! escreveu:''Bom desempenho nas suas tarefas. Muito ausente no batalhão, não se move para contribuir com o Corpo Executivo, quando chega no batalhão, vai direto para ala imperial, estava em um ritmo maneiro, porém deixou ele cair. Nessa última quinzena não vi fazendo nada e no atual momento estou optando pelo regresso.''

iam_jrvieira escreveu:''É complicado fazer uma avaliação abrangente com relação à NatallyFrank devido ao período de licença que foi usufruído por parte dela durante a quinzena. Entretanto, acho válido mencionar que a utilização da especialização avançada deve ser feito para que possa progredir, o que não vem sendo constantemente praticado pela chanceler.''

juanvilela escreveu:''A executiva é portadora de excelentes tarefas e atribuições, e até onde sei, cumpre-as com frequência. Porém, ao observar seu trabalho e produção perante o Corpo Executivo, avalio-o como nulo ou perto disso, incluindo uma oscilação entre serviço ativo e licença da instituição, logo, a militar não faz por merecer a Especialização Avançada a qual é portadora.''

-Kevinho1Habbo- escreveu:A chanceler NatallyFrank é uma executiva bem disposta e produtiva. Ela deve se atentar ao envolvimento com o Corpo Executivo e seu perfil como doutrinadora e futura diretora. Em suas atividades administrativas e em grupos de tarefas ela é responsável.

Neste momento, citarei os comentários que foram depositados em sua análise de regresso:

juanvilela escreveu:''Reafirmando meu compromisso com os executivos comprometidos com a RCC e o corpo, sou de acordo com o regresso da militar supracitada pelos motivos anteriormente mencionados. Nós, diretores, esperamos o algo a mais e uma referência para os demais militares dos portadores da EA, o que não se é notado através dessa militar. Outrossim, deixando de defender todos os pontos mencionados nos fundamentos, a militar não faz jus a especialização a qual é portadora.''

Kisthy escreveu:Seu trabalho é o equiparável ao de um portador da Esp. Básica que está na polícia apenas por tarefas. O que ela faz com a EA que não conseguiria fazer com a EI, ou talvez até com a EB? Ela pegou a EA antes de mim e até hoje não vi nada envolvente com o Corpo Executivo. Sem dúvidas, reconheço que o tempo em licença não deva ser considerado, mas seu tempo ativa (para recuperar os dias) não fazem jus ao trabalho esperado de um membro da EA. Deve organizar seu tempo para tentar novamente. Cito também suas análises superficiais na última avaliação: enquanto uns policiais (do mesmo turno) estavam emparelhados e comentando quase que em unanimidade, ela estava no total caminho oposto em alguns casos. Ressalvo que o trabalho que apresenta não é muito diferente do que a Especialização Básica apresenta, e isso não é comum para um membro da EA.

Hunter! escreveu:Como falei na avaliação quinzenal, a chanceler, realiza um trabalho fraco. Acredito que para continuar no posto (EA) precisa ter um trabalho bom, administração do seu tempo e principalmente, presença no batalhão e outros pontos não citados, é claro. Podemos notar que a militar tem um número grande de tarefas, acredito que isso atrapalhe o seu rendimento no batalhão, então, temos um ponto negativo, não consegue fazer a gestão do seu tempo. Acabei pesquisando e vendo algumas opiniões, ela tem um número grande de licença, então por isso não consegue se fazer presente e ter uma boa avaliação, isso para mim é um ponto de insuficiência, então é um erro por parte totalmente dela. Ter a Especialização Avançada é um passo da Diretoria do Corpo Executivo, se você não é presente em determinado momento, você jamais vai conseguir cobrar seus subalternos da maneira correta, acredito que ela tem potencial para melhorar, mas no momento não vejo apta ao posto. No mais, me coloco totalmente a disposição para auxiliar a chanceler em pontos para melhoria que apontei.

Ao examinarmos os comentários fornecidos pela Diretoria do Corpo Executivo em relação à militar NatallyFrank, fica evidente que compartilham semelhanças com os comentários feitos sobre a militar -:Beatriz. Ambas as avaliações enfatizam a importância de uma maior participação, contribuição e envolvimento no Corpo Executivo, bem como a necessidade de constância e presença. Disponibilizo o link desta avaliação vide anexo II.

1.2 DAS LICENÇAS DA MILITAR NATALLYFRANK

A militar NatallyFrank, no ano de 2023, tirou uma quantidade considerável de licença na instituição. Embora seja um direito da executiva, é relevante notar que, devido a essas licenças, a presença e a atividade da militar na instituição foram afetadas, resultando em um total de 90 dias de licença, o que corresponde a aproximadamente 42,05% de ausência ao longo do ano. É válido ressaltar que, embora haja a possibilidade de uma pequena margem de erro na contagem destes dados, o propósito final não será alterado. A intenção é fornecer uma perspectiva sobre o nível de presença da militar no ano vigente.

LICENÇAS:

1.3 DAS LICENÇAS DA MILITAR -:BEATRIZ

Ressalto que, de forma semelhante, a militar -:Beatriz também usufruiu de licenças consideráveis na instituição durante o ano de 2023. No entanto, é importante observar que a quantidade de dias utilizados por ela correspondeu à METADE dos dias de licença da militar NatallyFrank. Enquanto a chanceler se afastou da instituição por um total de 90 dias, até o momento desta análise, a Acionista Majoritária -:Beatriz teve um afastamento de 45 dias, representando um percentual de aproximadamente 21,02% de ausência ao longo do ano de 2023. Ressalto novamente que, embora haja a possibilidade de uma pequena margem de erro na contagem destes dados, o propósito final não será alterado. A intenção é fornecer uma perspectiva sobre o nível de presença da militar no ano vigente.

LICENÇAS:

2. CONSIDERAÇÕES

Como destacado anteriormente, a intenção de apresentar os fatos e dados relacionados à Chanceler NatallyFrank foi realizar uma comparação com a situação da Acionista Majoritária -:Beatriz. Ambas foram regressadas para a Especialização Intermediária, porém, com a diferença de que NatallyFrank teve o seu regresso cancelado e permanece na Especialização Avançada até o momento desta análise.

Se ambas, -:Beatriz e NatallyFrank, encontram-se em situações iguais, com críticas e comentários semelhantes sobre as mudanças necessárias, por que uma não teve a oportunidade de uma segunda chance para poder evoluir e melhorar no que for necessário?

Dado o posto atual da -:Beatriz, detentora de QUATRO lideranças, sendo uma destas de uma das maiores companhias da instituição, é de se considerar que a militar possui capacidade e potencial para estar em sua ocupação anterior, a Especialização Avançada.

Não me estendendo no quesito tarefas, procurei me informar acerca da questão de que a militar não contribui e não se envolve para com o Corpo Executivo. Dito isso, entrei em contato com três membros do Corpo Executivo e os questionei sobre os Diretores que mais lhe auxiliaram em sua carreira acerca do Corpo Executivo. Felizmente todos puderam me citar o nick da militar -:Beatriz sem que eu ao menos tivesse a citado. Apresentarei os prints vide anexo III, mas para uma melhor localização, segue os comentários digitados:

hiniest@ escreveu:''O que mais me ajudou com a retirada de dúvidas e conselhos etc, foi a Diretora -:Beatriz [...] Sim, a Beatriz tem me ajudado bastante com as dúvidas, pra mim é a melhor Diretora.''

Breh_Amaral escreveu:''Quem me ajudou um tempo atrás foi o Legen, mas ele reformou, atualmente quem estava me dando umas dicas era a Beatriz, umas dicas de como se mostrar mais ativa, pra pegar EA e tudo mais [...] Eu gostei bastante da avaliação dela na verdade, ela foi bem transparente, era o que eu realmente esperava [...] não fiquei tão satisfeita com o comentário dos outros policiais [...] foi até depois dessa avaliação que ela veio me ajudar um pouco mais.''

CaballeroTron escreveu:''A -:Beatriz e o Hunter! são os que mais tiveram participação me auxiliando e isso já vem de um bom tempo. Com certeza contribuíram para o meu bom momento atualmente na RCC.''

Os comentários são autossuficientes, mas trago o questionamento, como podem dizer que a executiva -:Beatriz não faz o seu papel como representante do Corpo Executivo? Como dizer que a militar não é engajada com o Corpo Executivo?

Compreendo as argumentações de defesa, onde os militares trazem à tona o fato da militar não ser participativa no grupo e não participar de debates. Entendo que o grupo é uma forma de comunicação entre os diretores, mas não julgo suficiente a falta de participação da executiva em um grupo do WhatsApp para o seu regresso de especialização, em vista da não existência de uma obrigatoriedade para o levantamento de debates no grupo.

A militar entra no batalhão, aparentemente cumpre com as suas responsabilidades em seus grupos de tarefas, é participativa no quesito auxílio e contribuição para o Corpo Executivo e cumpriu com as suas funções na Diretoria do Corpo Executivo, como podemos notar no seu documento. Se a Acionista tem feito o básico e cumprido com as suas funções, não concordo com o seu regresso de especialização, ainda mais por o seu rendimento e desempenho serem tecnicamente idênticos ao da Chanceler NatallyFrank, portadora da Especialização Avançada.

Finalizo reiterando que entendo o posicionamento dos militares que concordaram com o seu regresso, entretanto, não acho justo que a militar -:Beatriz não tenha uma ''segunda chance'' para melhorar acerca dos seus pontos que estão a desejar, assim como a militar NatallyFrank teve.

3. VEREDITO

Diante do exposto na análise, voto pelo DEFERIMENTO do caso, anulando o seu regresso de Especialização Avançada para a Intermediária. Caso esta não apresente evolução em um período considerável, que seja aberto novamente uma análise de regresso posteriormente.

4. ANEXOS

Ressalto que o anexo III possui o consentimento do senhor comandante supremo douglasfon71.

ANEXO I: Regresso da Chanceler NatallyFrank
ANEXO II: Avaliação da Chanceler NatallyFrank
ANEXO III: Comentários dos policias acerca do auxílio da Acionista -:Beatriz



Atenciosamente, Comandante Lynsk

Instrutora do Grupamento de Ações Táticas Especiais
Administradora do Fórum
Integrante da Corregedoria
Diretora da Repartição de Ações Interventivas e Ostensivas
Ministra dos Supervisores
Vice-Líder do Setor de Relações Públicas
Fiscalizadora do Centro do Recursos Humanos

Percy.Helbert
Percy.Helbert
RCCStar

RCCoins : 200
Mensagens : 3683
Patente : Comandante Geral
Idade : 24
Localização : São Paulo.

Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz IT693Sou um militar da PMRCC
Qui 3 Ago - 23:29
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Just11
Corregedor Percy.Helbert



I. Análise

Utilizarei de uma análise sucinta para elucidar o meu veredito.

- Sempre fui de turnos opostos à apelante, o que acaba por minar parte dos argumentos presenciais utilizados por apelo/defesa. Ainda assim, em momento algum da minha carreira li ou vi algum tipo de comentário/ato que enaltecesse a postura da referida como uma representante do corpo executivo, portanto sou cordial com os argumentos de que a acionista majoritária não se interessou em "sair da caixinha";

- Interessante levantar a NULA participação nas aberturas de análises de especializações, como podem visualizar aqui;

- Também levantarei o uso indevido, ou melhor dizendo, a não utilização do seu poder hierárquico para movimentar a hierarquia da polícia. O último relato que encontrei de uma promoção realizada pela apelante ocorreu no dia 18 de Agosto de 2021, aproximadamente 2 anos atrás. -> https://imgur.com/a/IMnDr48

- Não vejo como defendê-la do regresso. Portar um direito tão desejado pelos policiais do Corpo Executivo por mera titularidade não é justificável, é nítido que a Acionista Majoritária -:Beatriz não utiliza o seu poder enquanto detentora da Especialização Avançada. Seu trabalho nos últimos meses, conforme comprovados pelo system/provas do recurso, se resumiram a debates esporádicos em grupos de whatsapp e postagem de gratificações temporárias, além claro, do cumprimento de suas obrigações em grupos de tarefas, que conforme o próprio nome ilustra, são OBRIGAÇÕES, não MÉRITOS;

- A Diretoria do Corpo Executivo precisa ser uma representatividade agente para o corpo como um todo, a instituição carece de diretores com voz ativa, imposição, com prognósticos pontuais e assertividade. O corpo executivo não precisa de diretores cumprindo papéis de mera formalidade dentro do órgão, o básico qualquer um faz;

- Enxergo a acionista majoritária -:Beatriz muito focada em suas lideranças e tarefas internas, há uma lacuna a ser preenchida no quesito hierárquico;

- Utilizarei deste parágrafo para inviabilizar comparações com o caso da chanceler NatallyFrank, uma vez que o caso não chegou à presente corte e não foi julgado por tal. A corregedoria não deve "diminuir" uma pena por julgamento "errôneo" de outra instância.



II. Veredito

- Diante do exposto pelo corregedor relator benjlfbaby e dos complementos levantados por mim, voto pelo INDEFERIMENTO do recurso.


Atenciosamente, Comandante-Geral Percy.Helbert

- Membro da Corregedoria;
- Comandante da Repartição de Ações Interventivas e Ostensivas;
- Administrador do fórum;
- Vice-Líder dos Supervisores.

2014-15:
-Anderson....
-Anderson....
Administrador

RCCoins : 777
Mensagens : 8767
Patente : Comandante Geral
Outro : Veterano
Idade : 22
Localização : Natal - RN

Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz IT693Sou um militar da PMRCC
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ARM25Acampamento Militar - 2023
Sex 4 Ago - 11:06
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Just11
Corregedor -Anderson....

Cumprimentos, Ilustres corregedores!

Antes de prosseguirmos com a análise do recurso em tela, é fundamental compreender que, de acordo com a cultura vigente, o trabalho realizado por um indivíduo com Especialização Avançada (EA) deve ser equivalente ao de um membro da Diretoria do Corpo Executivo. Baseado nesse entendimento, o Alto Comando Supremo estabeleceu que todos os portadores da EA devem fazer parte da Diretoria, uma regra que não estava em vigor durante o período em que a Acionista Majoritária, -:Beatriz, teve sua Especialização regressada para o nível Intermediário (EI).

ANÁLISE

Diante desse cenário, minha convicção é que não se pode exigir que um membro da Diretoria apresente um desempenho mais significativo do que um portador da EA, uma vez que ambos têm a obrigação de representar o Corpo Executivo de acordo com os padrões de liderança estabelecidos. Suas responsabilidades incluem a gestão, o engajamento em debates para o crescimento do corpo, bem como a solução de diversas problemáticas. É sabido que a obtenção da Especialização Avançada envolve a avaliação de diversos aspectos, sendo o engajamento do indivíduo no âmbito do Corpo Executivo APENAS UM deles, aspecto este que foi demonstrado, ainda qu possa ser intensificado, pela executiva em questão ao oferecer auxílio a seus subordinados em várias circunstâncias, conforme apresentado pela corregedora Lynsk.

É relevante destacar que os argumentos apresentados pelos réus, que apontam para a insignificante participação da executiva em debates no grupo designado para esse fim e a ausência de abertura de análises por ela no órgão, não devem ser considerados suficientes para retirar a especialização de uma executiva de grande importância dentro da instituição, especialmente devido ao seu papel de liderança em uma companhia e em duas subcompanhias, sem que haja críticas extremas quanto ao seu desempenho nessas posições. Acredito que o marketing da executiva é respaldado pelas conquistas que ela alcançou dentro da instituição, ou seja, as lideranças que ela possui automaticamente lhe conferem reconhecimento por parte de um alto número de militares/executivos que compartilham dos grupos de tarefas e, como mencionado anteriormente, não criticam o seu desempenho, o que a torna uma competente gestora.

Levando em consideração os critérios utilizados, pode-se afirmar corretamente que a Diretoria possui um padrão? Neste sentido, é pertinente questionar quando a executiva NatallyFrank demonstrou o engajamento necessário para obter a Especialização Avançada. Fica evidente, portanto, a ausência de critérios claros nessa análise. Não defendo a ideia de que a Chanceler NatallyFrank deva ser automaticamente regressada por se enquadrar em uma situação que, em minha visão, é ainda mais drástica, mas enfatizo que os argumentos devem ser consistentes e seguir os mesmos critérios, já que as exigências para alcançar a Especialização Avançada são as mesmas para se tornar membro da Diretoria. Não estamos aqui para julgar assuntos relacionados a NatallyFrank, mas a comparação com outros executivos que possuem a Especialização Avançada é um bom modo de determinar se a Diretoria está sendo parcial, mesmo que inconscientemente. Em minha visão, está sendo a partir do momento que não sabem definir um critério claro para essa especialização, que é tão importante dentro da instituição.

Em relação ao critério de participação em discussões e debates significativos no grupo de WhatsApp, entendo que não se deve considerá-lo um ponto crucial para justificar o regresso da executiva, pois até mesmo os policiais que integram a Corregedoria já passaram por momentos em que não contribuíram ativamente nas discussões do grupo destinado a nossas deliberações, e isso não resultou na remoção desses indivíduos, mesmo considerando que é um órgão de ainda mais relevância.

Reconheço a importância do debate e da demonstração de engajamento nos assuntos em pauta como parte da formação de líderes, e é desejável que a executiva se envolva mais nessas atividades. No entanto, acredito que é possível cobrar sua participação de outras maneiras, em vez de optar pelo regresso imediato. Podemos considerar que esse aspecto pode fazer parte do perfil dela e, portanto, pode ser necessário um trabalho mais cuidadoso para moldá-la nesse sentido. Devemos levar em conta que cada indivíduo possui características e abordagens distintas para lidar com suas responsabilidades e tarefas. O regresso é uma medida extrema que deve ser aplicada com cautela, especialmente quando se trata de uma executiva de relevância na instituição. Ao invés disso, sugiro que busquemos abordagens mais construtivas para incentivar sua participação, oferecendo orientações, suporte e oportunidades de desenvolvimento para que ela possa aprimorar sua interação no grupo e contribuir de forma mais ativa.

VEREDITO

Com base nos argumentos apresentados anteriormente, considero que os motivos não são suficientes para justificar o regresso da executiva. Embora a participação mais ativa na Diretoria seja um aspecto importante a ser considerado, é relevante observar que a executiva mantém uma boa relação com os membros do Corpo Executivo. Além disso, é importante destacar que os argumentos relacionados à conduta não parecem ser relevantes, uma vez que esse comportamento não faz parte do histórico da executiva e se trata de um caso isolado. Quanto à presença dentro do batalhão, não posso fazer um julgamento justo, uma vez que não compartilho do mesmo turno que a executiva. Portanto, entendo que outros fatores devem ser considerados antes de decidir pelo regresso.

Consequentemente, decido pelo DEFERIMENTO do recurso interposto.


Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Imagem17
LuiizinBR_
LuiizinBR_
Administrador

RCCoins : 200
Mensagens : 1841
Patente : Comandante
Emblemas : Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz IT693Sou um militar da PMRCC
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Br52810Tirei o título de eleitor e tornei o Brasil mais democrático!
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz ARM25Acampamento Militar - 2023
Sex 4 Ago - 15:24
SETOR JUDICIÁRIO
CORREGEDORIA

Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Kisspn10


I. DA ANÁLISE

A princípio, considero que seja necessário verificar as alegações de ambas as partes neste processo, verificando as problemáticas apontadas sobre a executiva -:Beatriz que resultaram em seu regresso à Especialização Intermediária.

~ DA PARTICIPAÇÃO

A participação da executiva em debates nos grupos foi um dos principais pontos apresentados pelos réus em suas análises, alegando que a militar se mostra desinteressada e apresentou uma nula postura em relação a sua posição. Entretanto, em sua defesa endereçada à Diretoria, é possível verificar que a militar apresentou participações frequentes e coesas em todos os pontos que foram citados recentemente. Outrossim, ressalto que não considero possível julgar o trabalho da executiva e sua participação em período anterior à minha entrada no grupo, assim, não levantarei alegações sobre possíveis participações ou não. De toda forma, no período mais recente, a militar se demonstrou disponível para contribuir nessas questões.

Em relação a “puxar” assuntos no grupo ou abrir análises, considero sim que a militar possa se aprimorar nesse ponto, buscando uma participação cada vez mais ativa, no entanto, não considero a ausência desses pontos como suficiente para um regresso de Especialização Avançada.

Além disso, como citado pela Corregedora Lynsk, a militar -:Beatriz realiza auxílios para com os membros do Corpo Executivo, contribuindo com a evolução destes dentro da instituição. Se militares que foram auxiliados por ela, afirmam sobre seu bom trabalho e colaboração, como é possível definir que ela é uma militar desinteressada que não faz mais que o mínimo? O papel dela está sendo realizado, mesmo que de forma silenciosa. O simples fato de pertencer ao Alto Comando não a obriga a notificar e espalhar cada detalhe sobre suas ações, sendo o critério de divulgação pertinente a decisão por parte dela.

~ DOS CRITÉRIOS

Em segunda análise, equipara-se este regresso a outros que já ocorreram dentro da Diretoria do Corpo Executivo, como exemplo da NatallyFrank, no qual, teve seu regresso impedido pela Presidência, entretanto, as críticas a ela apresentadas na época eram semelhantes às atuais apresentadas para com a -:Beatriz, assim, questiono qual o real critério de avaliação? Por qual motivo uma militar pode ter uma oportunidade de se aprimorar e outra não?

Consoante a esse fato, cito aqui sobre o caso iam_jrvieira julgado por este colegiado. Em primeiro momento, quando abaixo da média em sua primeira avaliação, este colegiado concedeu a oportunidade para o militar se aprimorar, tendo o regressado somente 01 mês após tal fato, assim, questiono novamente, por qual motivo uma nova oportunidade não pode ser concedida a militar -:Beatriz?

A semelhança destes casos, somada aos postos galgados pela militar e sua contribuição já comprovada à instituição deveriam ser levados em conta para permitir com que ela busque aprimorar nos pontos que, tanto a Diretoria quanto este colegiado, acham necessário antes de um regresso imediato sem aviso prévio.

Ademais, adiciono também a esta parte um trecho da análise do corregedor benjlfbaby que diz:

benjlfbaby escreveu:Nesse cenário, levando em conta as informações repassadas pelo presidente do órgão - chanceler -Kevinho1Habbo- - acerca da necessidade de adequação dos policiais ocupantes da especialização avançada em até 15 dias - contando a partir do seu retorno de licença, caso estejam - sob condição de permanência na especialização que ocupam (vide anexo III)

Ao verificar de forma simples, é possível perceber que a executiva -:Beatriz não se encontrava no grupo da Diretoria do Corpo Executivo no momento desta fala, devido a sua licença, assim, impossibilitando que ela a verificasse. Um ultimato ou uma oportunidade de melhora não foi apresentada a ela, apenas um regresso imediato foi realizado, afinal, em avaliações anteriores a militar sempre se manteve acima da média, tendo diversos outros pontos sobre ela elogiados, como limitar um regresso de uma Especialização tão importante ao simples fato de se não puxar assuntos em um grupo?

~ CONCLUSÃO

As críticas realizadas a militar não são sobre seu trabalho e desempenho geral, elas são mais focadas em quesitos de participação, no qual, já foi denotado que ela busca sim por ser participativa nos tópicos, além de se denotar interessada em auxiliar o Corpo Executivo, ocorrência vista nos depoimentos apresentados pela Lynsk em sua análise.

Não considero que os problemas apresentados sejam suficientes para um regresso à Especialização Intermediária, eles não anulam todo o desempenho e trabalho que a executiva apresenta, ainda mais quando é uma executiva de sua grandeza que galga 03 postos de liderança na instituição.

Como, de forma anterior, tanto a Diretoria do Corpo Executivo, quanto este colegiado foram de acordo com orientar e cobrar antes de ir diretamente a um regresso, como exemplificado nos casos NatallyFrank e iam_jrvieira, acredito que nada impeça que uma chance de se reestabelecer também seja concedida a executiva -:Beatriz antes de um efetivo regresso.

II. DO VEREDITO

Diante do exposto na análise, defiro o recurso, postulando as seguintes decisões:

a) O regresso da militar -:Beatriz deverá ser cancelado, assim fazendo com que ela retorne à Especialização Avançada e ao seu posto na Diretoria do Corpo Executivo;
b) O trabalho da militar deverá ser acompanhado por um membro da Corregedoria, garantindo que ao final deste, ela retorne à análise deste colegiado para um possível regresso de especialização, se necessário.

Atenciosamente,
Corregedor LuiizinBR_


Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Avatarimage?user=LuiizinBR_&action=std&direction=2&head_direction=3&gesture=sml&size=b
Atenciosamente, Comandante-Geral LuiizinBR_
Caso Diretoria do Corpo Executivo solicitado por -:Beatriz Hihi1111
Vice-Líder dos Instrutores de Treinamento
Membro da Corregedoria
Administrador do Fórum
Comandante da Repartição de Ações Interventivas e Ostensivas
Vice-Líder da Ordem Militar
Vice-Líder do Centro de Elitização Militar
Ministro da Equipe do Corpo de Oficiais Generais
Conteúdo patrocinado
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos