RCC FÓRUM: Seja bem-vindo ao fórum!
RevoTech: Startup de tecnologia e marketing da RCC.
ANUNCIE AQUI: Exponha sua marca para milhares de acessos
HABBOREVO: Venha fazer parte do maior fã site policial do Habbo Hotel.
RCC DISCORD: Junte-se ao nosso canal no Discord!
RCC Cast: Ouça o nosso podcast, no Youtube ou no Spotify.
CENTRAL DE COMPARTILHAMENTO DE ERROS: Compartilhe conosco erros que você esteja passando no HABBO BETA!

Compartilhe
maik@taian
maik@taian
RCCStar

RCCoins : 200
Mensagens : 3744
Cargo : Vice-presidente Geral
Outro : Oficial Reformado
Idade : 25
Localização : Boca do Inferno

Emblemas : [Auditoria Interna] Diretoria do Corpo Executivo [Junho/2017] {120} IT693Sou um militar da PMRCC
Sex 30 Jun - 12:50
[Auditoria Interna] Diretoria do Corpo Executivo [Junho/2017] {120} Oprvr



Apresentação do serviço: A auditoria realizada tem como objetivo apresentar qualidades e defeitos, além de comentários, tanto positivos quanto negativos, e pontos fortes e fracos da Diretoria da Polícia RCC. Esta auditoria foi feita baseando-se em opiniões de policiais do Corpo Militar, Corpo Executivo e do próprio grupo em questão. A partir disso, a auditoria procura apresentar os problemas para que o grupo se adeque ao esperado e melhore suas atividades.

Índice

1. Introdução.
2. Membros do grupo.
3. Desenvolvimento.
3.1. A pesquisa.
3.2. Coleta de dados.
3.3. Resultados.
3.4. Discussões.
4. Conclusão.

1. Introdução.

A Diretoria é um conselho focado em prol da melhoria do Corpo Executivo da Polícia Revolução Contra o Crime, com o direito de promover atividades e eventos ao corpo, tanto quanto promoções e rebaixamentos por ineficiência dos policiais executivos. A Diretoria é um Grupo Essencial, que por sua vez, permite o emblema de ser favoritado em quartos oficiais da polícia. Periodicamente a Auditoria Fiscal realiza pesquisa com o intuito de demonstrar o real funcionamento dos órgãos internos da Polícia Militar Revolução Contra o Crime, e identificar problemas, bem como suas possíveis soluções. Tal relatório contém uma análise acerca da Diretoria do Corpo Executivo (DIR), tendo como base os resultados contidos Auditoria Interna (maio) n° 119, apresentando o desenvolvimento ocorrido durante o mês de junho de 2017.

2. Membros do grupo.

Presidente [01/01]

01. Mine315-BAN

Vice-Presidente [01/01]

01. Omenare

Diretores [09/09]

01. vascsjr.ban
02. NetoJordan
03. VictoorLRB
04. kioferdinend363
05. vini3274
06. Xablec
07. XXxxDexterxxx
08. Mr.TekoTeko
09. NanicoZ

3. Desenvolvimento.

3.1. A pesquisa.

A pesquisa ocorreu entre 10 de junho de 2017 à 30 de junho de 2017.

Foram entrevistados 17 (dezessete) policiais oficiais, distribuídos de forma equitativa entre o Corpo Militar e Executivo e membros efetivos da Diretoria. A fim de análise, policiais praças não foram incluídos nesta pesquisa.
Os policiais responderam às seguintes perguntas destacadas:

• De 0 à 10, qual sua nota em relação ao trabalho da Diretoria atualmente na RCC?
• De 0 à 10, qual sua nota em relação à presença da Diretoria em base?
• De 0 à 10, qual sua nota sobre os projetos recém implantados pela Diretoria?
• Quais pontos positivos são presentes na atual Diretoria?
• Quais pontos negativos são presentes na atual Diretoria?


Os policiais entrevistados concordaram em fornecer respostas a serem mantidas em sigilo pela Auditoria Fiscal, ficando apenas à liderança do orgão, Supremacia e Auditores resposáveis a manipulação e interpretação dos dados obtidos.

3.2. Coleta de dados.

Os dados foram coletados, organizados e separados em três (3) partes:

• Membros do Corpo de Oficiais Militares;
• Membros do Corpo de Oficiais Executivos;
• Membros efetivos da Diretoria.



Todos os dados colhidos foram fornecidos de livre vontade pelos policiais entrevistados. Tais informações por eles cedidas mediante formulário em Google Docs, são de caratér sigiloso e estão disponíveis somente à Auditores Fiscais autorizados. Esse relatório apresenta as médias gerais dadas por esses grupos de estudo, e suas principais argumentações acerca do empenho da Diretoria do Corpo Executivo.

3.3. Resultados.

As informações obtidas foram:

Membros do Corpo de Oficiais Militares:



• Comentários positivos: Os oficiais militares convidados à participar na pesquisa acerca do desempenho da Diretoria durante o mês corrente trouxe à torna opiniões bastante diversificadas quanto ao progresso do órgão. Alguns oficiais, por livre vontade escolheram não se manifestar ou absteram-se de comentários quando questionados sobre a Diretoria do Corpo Executivo. Isso demonstra falta de conhecimento da parte deles para com o órgão ou no mínimo falta de comprometimento em o conhecê-lo. Entre os oficias participantes, a diretoria foi muito bem elogiada quanto à presença dos membros no batalhão bem como alguns dos projetos recém implantados. Visto à auditoria n° 119 apresentada no mês anterior, que criticou duramente a presença dos diretores em base, é notável o reconhecimento e melhora por parte do órgão neste aspecto.

• Comentários negativos: O principal comentário destacado como atual problema da diretoria é a escolha falha de novos membros, bem como a omissão dos Diretores para os principais problemas. Essa omissão vem no superfaturamento de projetos simples e sem notoriedade em detrimento de casos com maior aplicabilidade e repercussão. Os oficiais do corpo militar absteram-se de maiores comentários, acerca deste campo.
- Nota média para os trabalhos desempenhados pela Diretoria: 6,8

- Nota média para a presença dos Diretores em base: 7,0

- Nota média para os projetos recém implantados: 7,6

Membros do Corpo de Oficiais Executivos:



• Comentários positivos: O empenho dos diretores em ajudar especialmente os novos no Corpo Executivo foi o principal ponto destacado pelos entrevistados. Seu interesse em retirar dúvidas bem como a presença no turno noturno e matutino, comprometimento, organização por parte de alguns policiais (aqueles com maior tempo no grupo) e boa aplicação dos projetos foram outros destaques. Um tópico em pauta muito bem comentado foi o fato de existir membros da diretoria também pertencentes à Corregedoria (órgão de maior notoriedade interna), sendo isso visto como estabilidade no grupo.

• Comentários negativos: A precocidade na escolha de novos membros para o grupo foi a central discussão apresentada. Isso se dá pela ineficiência dos membros com entrada recente ao grupo, que como maioria pecam na avaliação. Denúncias de nepotismo por parte do órgão é uma queixa recorrente, bem como a imaturidade na avaliação geral do corpo executivo, uma vez que os diretores avaliam o oficialato apenas superficialmente, não observando no histórico do policial auditado e focando apenas o momento. A falta de projetos inovadores que tragam de fato mudanças no corpo executivo também foi destaque nas críticas acertadas pelos policiais entrevistados. Outro ponto debatido é a constante ausência da liderança do órgão, que por ser também membro efetivo da corregedoria, acaba por superfaturar-se em tarefas. Essa ausência provoca uma desnorteamento dos novos membros que ficam perdidos quanto ao seu trabalho como diretor, isso provoca uma má regência do órgão.

- Nota média para os trabalhos desempenhados pela Diretoria: 6,3

- Nota média para a presença dos Diretores em base: 6,2

- Nota média para os projetos recém implatados: 5,3

• Nota média: 6,5

Membros efetivos da Diretoria:


• Comentários positivos: Os Diretores convidados à participar da pesquisa, foram sinceros e coesos em suas respostas. Comunicação com o Corpo Executivo, resolução rápida e eficaz de casos, confiabilidade dos membros internos, excelência na aplicação de projetos e inovação foram apenas alguns dos destaques obtidos. Os membros da diretoria vêem a atual fase do órgão como estável e promissora, com membros focados e determinados a levar o Corpo Executivo para um outro nível.

• Comentários negativos: A presença tem se tornado crítica constante, e isso também ficou evidente nos comentários dos próprios diretores, principalmente no turno matutino onde a presença é mais falha, queixa essa recorrente desde a Auditoria do mês anterior (n° 119). Falta de liberdade na aplicação de projetos que em 60% dos casos são aprovados pelo órgão porém vetam-se ao passarem pela avaliação da Corregedoria. Essa intrínseca submissão ao grupo de Corregedores gera discrepâncias e displicências na efetividade do trabalho desempenhado pela Diretoria do Corpo Executivo.

- Nota média para os trabalhos desempenhados pela Diretoria: 9,2

- Nota média para a presença dos Diretores em base: 9,0

- Nota média para os projetos recém implatados: 9,4

• Nota média: 9,0


3.4. Discussões.

É evidente que a atual Diretoria do Corpo Executivo está focada em avançar cada vez mais, levando o Corpo Executivo para um novo patamar, entretanto ainda falta uma maior perspicácia na escolha de novos membros, bem como uma preocupação em manter presença constante em base. É notório que fatores como provas, ausências por motivos pessoais, diferentes turnos de entrada dos policiais e demasiados imprevistos resultam em uma presença de baixa qualidade, entretanto todos os fatores devem ser avaliados e os diretores demonstraram interesse em analisar a situação em busca de uma presença mais efetiva. Outro ponto alto é a falta de autonomia do órgão, que embora tenha apresentado melhora crescente se equiparado aos mesmos períodos de anos anteriores, ainda necessita de uma constante supervisão, sendo esta não refletida à essencialidade e importância da Diretoria.

4. Conclusão.


Em suma, a Diretoria necessita ardentemente de um foco na classificação e resolução de problemas apresentados pelo Corpo Executivo, dando prioridade aos de maior instância. A avaliação dos membros deve ser mantida, entretanto devem-se avaliar não apenas o momento em si do referido policial, mas sim seu histórico e quesitos anexos como companhia de tarefas, sub-companhias, interação com demais policiais, ortografia e diversos fatores que podem ser pesquisados afim de endossar uma promoção e/ou punição administrativa.



O serviço:

A auditoria da Diretoria do Corpo Executivo foi realizada pelo policial maik@taian no período de 10 de Junho de 2017 à 30 de Junho de 2017, sendo todas as informações aqui expressas de sua responsabilidade.


Atenciosamente,

Vice-Presidente Geral maik@taian

Instrutor do Grupamento de Ações Táticas Especiais [13];
Membro dos Supervisores de Promoção.




NUNCA SERÃO!
JAMAIS SERÃO!
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos