Compartilhe
LID_CFO
LID_CFO
Novato

RCCoins : 200
Mensagens : 64
Emblemas : [Ciências Militares] Apostila IT693Sou um militar da PMRCC
em Ter 12 Mar - 8:21
CENTRO DE FORMAÇÃO DE OFICIAIS

[Ciências Militares] Apostila Cfo10
Ciências Militares ®


Uma sociedade, mil escolhas

“Eu vou ser sincero com você, não sei para mim, mas as decisões difíceis são mais comuns do que você imagina”. Essas palavras foram ditas por um determinado policial, e são verídicas. Desde que nascemos, a sociedade nos obriga a tomar decisões, sejam elas importantes ou não tão importantes assim, e para qualquer indivíduo, tomar uma decisão envolve mais do que simplesmente pensar na mesma, envolve analisar as consequências e o impacto que a mesma trará sobre si. A matéria de estudos disciplinares irá ajudar você nesse aspecto, e irá ajuda-lo, ainda, a gerir decisões sobre outros.

Estudos disciplinares – Gestão de pessoas | Parte 1: Gestão de subalternos

A gestão de pessoas é uma ciência muito complexa, pois envolve muito mais do que saber lidar com pessoas, envolve você ter conhecimento sobre o funcionamento de determinados padrões, e como agir em determinadas situações.

Uma gestão correta de subalternos não é lhes atribuir ordens como eles fossem seus escravos, muito pelo contrário, para gerir um subalterno corretamente, você deve sempre exigir o melhor da parte dele e ajuda-lo no que for possível. Ao atribuir ordens, você deve visar sempre o desenvolvimento do seu subalterno, não dê ordens sem sentido ou que sejam impossíveis de serem cumpridas, pois se você o fizer, o seu subalterno acabará se desmotivando e tendo o mesmo comportamento que você, já pensou o seu subalterno forçando um subalterno dele a cumprir uma ordem impossível ou sem sentido? Não seria muito bom, não é? Por isso, nunca abuse de suas ordens e sempre aja com saberia ao aplica-las.
Respeite a todos, independentemente se eles são seus subalternos, superiores ou pares, todos devem ser respeitados da mesma maneira. E lembre-se que qualquer ato de desrespeito ou abuso de poder para com seus subalternos não serão tolerados, e são passíveis de rebaixamento, portanto tome cuidado para o poder que você tem não “subir à cabeça”, por assim dizer.

Conflitos: Se você tem subalternos, ineditamente vai ter aquele que não é muito satisfeito com a vida, e que sempre está procurando brigas ou sempre está procurando afrontar seus superiores. Lembra que no início foi falado que tomar decisões difíceis é mais comum do que se pode imaginar? Muito bem, em uma situação assim essa frase se aplica mais do que nunca.

Caso você venha a se deparar com um subalterno rebelde que venha a querer lhe afrontar, não perca a sua compostura ao ponto de se rebaixar ao nível desse subalterno rebelde e ficar batendo foca sem precisão com ele. Lembre-se que você é o superior hierárquico dele, e que deverá corrigi-lo, e em alguns casos, você terá total autonomia para punir qualquer atitude de insubordinação ou desrespeito por parte de qualquer subalterno seu.

Conflitos - O que não fazer: Nunca, jamais tenha qualquer tipo de conflito ao ponto de chegar a brigar dentro do batalhão da Polícia Militar Revolução Contra o Crime (PMRCC), pois além de demonstrar imaturidade, você estará dando um péssimo exemplo aos subalternos que vão estar lhe observando.

Conflitos - O que fazer: Não permita que conflitos aconteçam dentro dos batalhões da PMRCC, e, caso haja algum conflito, leve os responsáveis ao corredor ou um quarto oficial e resolva lá.

Uma qualidade essencial: Para gerir um subalterno da melhor maneira possível, bem como repassar seu exemplo para ele, você deverá ser um policial disciplinado. A disciplina é o cumprimento das leis, regulamentos e normas por parte do policial ou de qualquer indivíduo, independentemente se ele gosta ou não, um policial disciplinado as cumpre. Se a disciplina não existisse, não seria possível existir uma hierarquia, pois sem a disciplina, iria se tornar uma verdadeira bagunça. Como foi falado no enunciado, a disciplina é uma qualidade essencial, e deve ser demonstrada por todos os oficiais, sem exceção, e por aqueles que aspiram o oficialato, pois se um policial não for disciplinado, o mesmo nunca chegará a ser um oficial da PMRCC.

Se você obedece a hierarquia e as ordens de seus superiores, corrige atitudes erradas, sabe das responsabilidades que tem e não hesita em cumpri-las, meus parabéns, você está mostrando disciplina, pois essas são algumas das características de policiais disciplinados.

Estudos disciplinares – Gestão de pessoas | Parte 2: Gestão de subalternos: A recompensa

Promoção: A promoção pode ser definida como o aumento do status do policial, ou seja, a elevação de sua patente na PMRCC. Não adianta você passar 24 horas no batalhão e querer ser promovido ao oficialato da PMRCC, as coisas não são bem assim. Para ser promovido ao oficialato da PMRCC, o policial deve mostrar um altíssimo nível de excelência em diversos aspectos, não apenas no quesito presença no batalhão, aspectos como: rigidez, pulso firme, excelente trabalho na companhia, contato com os subalternos, dentre outros. Certo, mas então surge a pergunta: como eu vou promover um subalterno corretamente? Vamos falar sobre isso agora mesmo.

Promoção ao subalterno: Da mesma forma que se exige excelência de você, aluno, você deve sempre exigir o melhor dos seus subalternos, visando sempre o bom desenvolvimento deles, bem como o maior preparo dos mesmos para os desafios que virão no futuro. Não basta que o seu subalterno seja regular no seu trabalho como um todo, ele deve ser excelente, e a promoção só deve ocorrer, quando o policial alcançar um altíssimo nível de excelência em sua patente.

Crimes administrativos:
Advertência verbal: A advertência verbal é a forma mais branda de repreensão, consiste em uma conversa entre superior e subordinado, onde deve ser exposto o erro, as causas, soluções e possíveis prevenções para que este não volte a acontecer. Essa punição não demanda registro, e pode ser feita por sussurro, no centro de instrução, no corredor ou até mesmo via console, por ser uma repreensão informal.

Advertência escrita: A advertência por escrita é uma repreensão intermediária, destinada aos oficiais pertencentes ao corpo militar/executivo que cometerem alguma transgressão disciplinar intermediária. Diferente da advertência verbal ela demanda registro, podendo ser exercida logo após uma advertência verbal. A advertência por escrita tem duração de 01 mês, sendo que, ao atingir 02 o policial deverá ser rebaixado. Os oficiais com advertência escrita tem a promoção bloqueada por 07 dias a partir da data de recebimento da advertência escrita.

Rebaixamento: O rebaixamento, é a diminuição do status do policial dentro da PMRCC, ou seja, é o retorno forçado a patente anterior na hierarquia. Rebaixamentos ocorrem quando ocorre violação, de forma grave, de algum documento da PMRCC, onde o policial comete crimes que não condizem com os valores e padrões da mesma, tais como: conduta imprópria, insubordinação, abandono de dever, dentre outros. Contudo, todos os rebaixamentos devem ser realizados de maneira justa e imparcial, independentemente de quem seja, e de qual for a sua relação com o policial infrator. Você deve sempre, sempre seguir os documentos da PMRCC em todas a suas ações, agindo conscientemente. Não tenha medo de corrigir ou de rebaixar um policial caso for preciso, o exemplo dele servirá para os demais, mas lembre-se, se você escolher não ser justo, estará agindo com negligência.

Demissão: A demissão é a segunda maior pena aplicada a um policial infrator, ficando apenas atrás da exoneração. A demissão é o desligamento forçado do policial da PMRCC, devido a infração de algum documento de maneira grave, mas vale ressaltar que todos os crimes administrativos são passíveis de desligamento ou demissão, dependendo da gravidade do ato cometido.

Exoneração: A exoneração é o impedimento do infrator de retornar a PMRCC quer seja como policial do Corpo Executivo, quer seja como policial do Corpo Militar. Só estão autorizados a exonerar policiais do Serviço Secreto (P2), policiais da Corregedoria (COR) ou policiais do Grupamento de Ações Táticas Especiais (GATE), ou um policial com a permissão de um membro desses grupos/órgão.


Apostila a ser enviada:
Código:
[center][size=18][font=Verdana][b][color=#0033ff]CENTRO DE FORMAÇÃO DE OFICIAIS[/color][/b][/font][/size][/center]

[center][url=https://servimg.com/view/19664146/91][size=15][img]https://i.servimg.com/u/f51/19/66/41/46/cfo10.png[/img][/size][/url][/center]
[center][size=18][font=Verdana][b]Ciências Militares ®[/b][/font][/size][/center]
[hr]
[center][size=15][font=Verdana][b][b]Uma sociedade, mil escolhas[/b][/b][/font][/size][/center]

“Eu vou ser sincero com você, não sei para mim, mas as decisões difíceis são mais comuns do que você imagina”. Essas palavras foram ditas por um determinado policial, e são verídicas. Desde que nascemos, a sociedade nos obriga a tomar decisões, sejam elas importantes ou não tão importantes assim, e para qualquer indivíduo, tomar uma decisão envolve mais do que simplesmente pensar na mesma, envolve analisar as consequências e o impacto que a mesma trará sobre si. A matéria de estudos disciplinares irá ajudar você nesse aspecto, e irá ajuda-lo, ainda, a gerir decisões sobre outros.

[center][b]Estudos disciplinares – Gestão de pessoas | Parte 1: Gestão de subalternos[/b][/center]

A gestão de pessoas é uma ciência muito complexa, pois envolve muito mais do que saber lidar com pessoas, envolve você ter conhecimento sobre o funcionamento de determinados padrões, e como agir em determinadas situações.

Uma gestão correta de subalternos não é lhes atribuir ordens como eles fossem seus escravos, muito pelo contrário, para gerir um subalterno corretamente, você deve sempre exigir o melhor da parte dele e ajuda-lo no que for possível. Ao atribuir ordens, você deve visar sempre o desenvolvimento do seu subalterno, não dê ordens sem sentido ou que sejam impossíveis de serem cumpridas, pois se você o fizer, o seu subalterno acabará se desmotivando e tendo o mesmo comportamento que você, já pensou o seu subalterno forçando um subalterno dele a cumprir uma ordem impossível ou sem sentido? Não seria muito bom, não é? Por isso, nunca abuse de suas ordens e sempre aja com saberia ao aplica-las.
Respeite a todos, independentemente se eles são seus subalternos, superiores ou pares, todos devem ser respeitados da mesma maneira. E lembre-se que qualquer ato de desrespeito ou abuso de poder para com seus subalternos não serão tolerados, e são passíveis de rebaixamento, portanto tome cuidado para o poder que você tem não “subir à cabeça”, por assim dizer.

[b]Conflitos:[/b] Se você tem subalternos, ineditamente vai ter aquele que não é muito satisfeito com a vida, e que sempre está procurando brigas ou sempre está procurando afrontar seus superiores. Lembra que no início foi falado que tomar decisões difíceis é mais comum do que se pode imaginar? Muito bem, em uma situação assim essa frase se aplica mais do que nunca.

Caso você venha a se deparar com um subalterno rebelde que venha a querer lhe afrontar, não perca a sua compostura ao ponto de se rebaixar ao nível desse subalterno rebelde e ficar batendo foca sem precisão com ele. Lembre-se que você é o superior hierárquico dele, e que deverá corrigi-lo, e em alguns casos, você terá total autonomia para punir qualquer atitude de insubordinação ou desrespeito por parte de qualquer subalterno seu.

[b]Conflitos - O que não fazer:[/b] Nunca, jamais tenha qualquer tipo de conflito ao ponto de chegar a brigar dentro do batalhão da Polícia Militar Revolução Contra o Crime (PMRCC), pois além de demonstrar imaturidade, você estará dando um péssimo exemplo aos subalternos que vão estar lhe observando.

[b]Conflitos - O que fazer:[/b] Não permita que conflitos aconteçam dentro dos batalhões da PMRCC, e, caso haja algum conflito, leve os responsáveis ao corredor ou um quarto oficial e resolva lá.

[b]Uma qualidade essencial:[/b] Para gerir um subalterno da melhor maneira possível, bem como repassar seu exemplo para ele, você deverá ser um policial disciplinado. A disciplina é o cumprimento das leis, regulamentos e normas por parte do policial ou de qualquer indivíduo, independentemente se ele gosta ou não, um policial disciplinado as cumpre. Se a disciplina não existisse, não seria possível existir uma hierarquia, pois sem a disciplina, iria se tornar uma verdadeira bagunça. Como foi falado no enunciado, a disciplina é uma qualidade essencial, e deve ser demonstrada por todos os oficiais, sem exceção, e por aqueles que aspiram o oficialato, pois se um policial não for disciplinado, o mesmo nunca chegará a ser um oficial da PMRCC.

Se você obedece a hierarquia e as ordens de seus superiores, corrige atitudes erradas, sabe das responsabilidades que tem e não hesita em cumpri-las, meus parabéns, você está mostrando disciplina, pois essas são algumas das características de policiais disciplinados.

[center][b]Estudos disciplinares – Gestão de pessoas | Parte 2: Gestão de subalternos: A recompensa[/b][/center]

[b]Promoção:[/b] A promoção pode ser definida como o aumento do status do policial, ou seja, a elevação de sua patente na PMRCC. Não adianta você passar 24 horas no batalhão e querer ser promovido ao oficialato da PMRCC, as coisas não são bem assim. Para ser promovido ao oficialato da PMRCC, o policial deve mostrar um altíssimo nível de excelência em diversos aspectos, não apenas no quesito presença no batalhão, aspectos como: rigidez, pulso firme, excelente trabalho na companhia, contato com os subalternos, dentre outros. Certo, mas então surge a pergunta: como eu vou promover um subalterno corretamente? Vamos falar sobre isso agora mesmo.

[b]Promoção ao subalterno:[/b] Da mesma forma que se exige excelência de você, aluno, você deve sempre exigir o melhor dos seus subalternos, visando sempre o bom desenvolvimento deles, bem como o maior preparo dos mesmos para os desafios que virão no futuro. Não basta que o seu subalterno seja regular no seu trabalho como um todo, ele deve ser excelente, e a promoção só deve ocorrer, quando o policial alcançar um altíssimo nível de excelência em sua patente.

[spoiler="Crimes administrativos"][b]Advertência verbal:[/b] A advertência verbal é a forma mais branda de repreensão, consiste em uma conversa entre superior e subordinado, onde deve ser exposto o erro, as causas, soluções e possíveis prevenções para que este não volte a acontecer. Essa punição não demanda registro, e pode ser feita por sussurro, no centro de instrução, no corredor ou até mesmo via console, por ser uma repreensão informal.

[b]Advertência escrita:[/b] A advertência por escrita é uma repreensão intermediária, destinada aos oficiais pertencentes ao corpo militar/executivo que cometerem alguma transgressão disciplinar intermediária. Diferente da advertência verbal ela demanda registro, podendo ser exercida logo após uma advertência verbal. A advertência por escrita tem duração de 01 mês, sendo que, ao atingir 02 o policial deverá ser rebaixado. Os oficiais com advertência escrita tem a promoção bloqueada por 07 dias a partir da data de recebimento da advertência escrita.

[b]Rebaixamento:[/b] O rebaixamento, é a diminuição do status do policial dentro da PMRCC, ou seja, é o retorno forçado a patente anterior na hierarquia. Rebaixamentos ocorrem quando ocorre violação, de forma grave, de algum documento da PMRCC, onde o policial comete crimes que não condizem com os valores e padrões da mesma, tais como: conduta imprópria, insubordinação, abandono de dever, dentre outros. Contudo, todos os rebaixamentos devem ser realizados de maneira justa e imparcial, independentemente de quem seja, e de qual for a sua relação com o policial infrator. Você deve sempre, sempre seguir os documentos da PMRCC em todas a suas ações, agindo conscientemente. Não tenha medo de corrigir ou de rebaixar um policial caso for preciso, o exemplo dele servirá para os demais, mas lembre-se, se você escolher não ser justo, estará agindo com negligência.

[b]Demissão:[/b] A demissão é a segunda maior pena aplicada a um policial infrator, ficando apenas atrás da exoneração. A demissão é o desligamento forçado do policial da PMRCC, devido a infração de algum documento de maneira grave, mas vale ressaltar que todos os crimes administrativos são passíveis de desligamento ou demissão, dependendo da gravidade do ato cometido.

[b]Exoneração:[/b] A exoneração é o impedimento do infrator de retornar a PMRCC quer seja como policial do Corpo Executivo, quer seja como policial do Corpo Militar. Só estão autorizados a exonerar policiais do Serviço Secreto (P2), policiais da Corregedoria (COR) ou policiais do Grupamento de Ações Táticas Especiais (GATE), ou um policial com a permissão de um membro desses grupos/órgão.[/spoiler]
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum