Compartilhe
DoutorAragom
DoutorAragom
Participativo

RCCoins : 200
Mensagens : 1104
Patente : Coronel
Idade : 19
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
em Qua 20 Fev - 19:27
Nick do Professor: DoutorAragom
Nick do Aluno: Cherokeee
Data da Correção: 20 Fev 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: Apresentou a estrutura básica e bons argumentos que validam o problema.
Spoiler:
Projeto do Aluno:

CORREGEDORIA







ÍNDICE



1. Dados;
2. Introdução;
3. Desenvolvimento;
4. Finalização.








1. DADOS:


Nick: Cherokeee
Patente: Aspirante à Oficial
TAG: [Kee]




2. INTRODUÇÃO:


Sabemos que hoje em dia o nosso Corpo de Praças possui uma certa dificuldade com a sua ortografia e escrita, principalmente os novos policiais e os recém-promovidos de Soldado a Cabo. Os erros mais frequentes que vejo são: Palavras em que se confunde o som de uma palavra com a sua grafia(Som de S, Z e X), a não utilização da acentuação e pontuação, palavras similares que se diferenciam por uma ou duas letras apenas, todas as palavras iniciarem em letra maiúscula e as vezes variação de palavras invariáveis.




3. DESENVOLVIMENTO:






Para solucionar este problema, proponho que o Curso de Revisão Ortográfica seja obrigatório para policiais que possuírem a patente de CABO e que tornem o Curso de Aprimoramento Gramatical mais "rígido" para que o nosso corpo de praças melhore significativamente. Hoje mesmo tive que ENSINAR um cabo a usar pontuação e acentuação sendo que ele JÁ TINHA O CRO. Acho que eu e NENHUM de vocês irão querer ver em um futuro próximo OFICIAIS não sabendo acentuar e pontuar frases, portanto, podemos agir enquanto há tempo. Eu sei que há um processo de aprendizagem ao longo da carreira dos militares no Corpo de Praças, mas a efetivação do CRO e a melhora do CAG irá ajudar muito mesmo neste quesito de melhora e preparamento para a mudança de corpo(de praça para oficial) no futuro.






4. FINALIZAÇÃO:







Peço que por favor votem conscientes neste projeto para que mais para frente vejamos uma melhora significativamente grande em nosso Corpo de Praças.






Atenciosamente DoutorAragom [DrA]

- General da RCC
- Membro do Serviço de Proteção dos Professores
- Conselheiro dos Professores
- Avaliador do CFO
- Ex-Avaliador do CFO
- Ex-Membro do Conselho de Cargos Executivos
- Ex-Vice-Líder dos Professores
- 3º Lugar no PMS 2014 - Melhor Professor
- 3º Lugar no Oscar 2014 - Melhor Professor
- Ex-Coronel
Novembro 2018
Since fevereiro 2014
"Não quero que as pessoas sejam muito gentis; pois tal poupa-me o trabalho de gostar muito delas."

CFO - Postagem de atividades - Página 45 Giphy
DoutorAragom
DoutorAragom
Participativo

RCCoins : 200
Mensagens : 1104
Patente : Coronel
Idade : 19
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
em Dom 24 Fev - 19:26
Nick do Professor: DoutorAragom
Nick do Aluno: -Harold.Ulric
Data da Correção: 24 Fev 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: Ótima estrutura e bastante conteúdo apresentado.
Spoiler:
Projeto do Aluno:

 Projeto de Melhoria
Por -Harold.Ulric





 1. Objetivo do Projeto de Melhoria


 O objetivo deste projeto é tornar a formação continuada de aspirantes a oficiais da Polícia Militar Revolução Contra o Crime mais eficaz e eficiente, através de análises de aspectos positivos e negativos no Teste de Probatório e no Centro de Formação de Oficiais.


2. Introdução


 Na RCC, contamos com dois importantes agentes competentes para a preparação e capacitação de oficiais; são eles o próprio oficialato, que aplica os seus conhecimentos através do diálogo ou das punições, e o Centro de Formação de Oficiais, que aplica o seu conhecimento fundamentado numa didática com teste de conhecimentos na conclusão.
 O que se confere como aspecto negativo destes agentes competentes é a não utilização de suas máximas potencialidades didáticas para que o conhecimento seja repassado de maneira eficiente e duradoura. 
 
3. Desenvolvimento
 3.1 Pontos Positivos


  • A rapidez e a praticidade com que estes agentes aplicam o conhecimento com efetividade é confortante para aqueles que são autodidatas ou familiarizados com o conhecimento em questão, e conseguem, facilmente, absorver o que lhes foi ensinado;
  • Avaliações e submissões à testes para comprovação de sua aptidão para o atual posto e/ou o posto futuro (oficialato);
  • Sistema de emblemas e certificado de formação;
  • Conteúdo repassado via Mensagem Privada para possível consulta pós-formação. 
 
 3.2 Pontos Negativos
  • Não-aplicação de testes e avaliações práticas para comprovação da aptidão para a atual patente e/ou a patente futura (oficialato);
  • Falta de comunicação entre o Corpo de Oficiais Generais e o Centro de Formação de Oficiais, denotando a não especificidade das necessidades e defasagens intelectuais dos policiais em questão; 
  • Não utilização, por parte do Corpo de Oficiais, das plataformas de comunicação para o repasse de conhecimento e lições aos seus subalternos (aspirantes a oficiais).


 3.3 Problemática
  Levando em conta todos os pontos negativos, diante de uma visão sistêmica, falta comunicação entre o oficialato e o centro de formação de oficiais, denotando assim, a formação ineficiente de uma parte dos aspirantes a oficiais submetidos ao curso.
 No oficialato, falta dinâmica para aplicar a didática verbal, que se dá através da não utilização das plataformas digitais (fórum da RCC) para o repasse de conhecimento complementar. 
 No Centro de Formação de Oficiais, as avaliações teóricas são úteis, portanto, também se fazem necessárias os testes práticos para que se comprove a aptidão do formando em questão, visto que as avaliações práticas aplicadas pelos oficiais aos seus subalternos são insignificantes em relação ao número de minutos/horas gastos nas aulas teóricas de CFO. 
 


4. Conclusão


 Como já explicitado, uma comunicação mais reforçada entre estes dois órgãos competentes resultaria em uma formação continuada mais completa e abrangente, já que a responsabilidade de tal formação lhes é incumbida. 
 O compartilhamento dos mecanismos de formação, ou seja, a utilização dos mecanismos alheios para a melhor absorção do conhecimento já é um passo que garante aspirantes a oficiais mais preparados para assumir tal posto, que traria como consequência, a estabilização da rotatividade do oficialato, reduzindo o número de rebaixamentos por Insuficiência e aumentando a probabilidade da ascensão de policiais que exercem competentemente o seu serviço militar. 
 A incidência da capacitação sobre os formandos durante um Teste de Probatório é mais consistente, pois estarão sob constante avaliação prático-teórica, retomando assim a importância da frequência de tais testes, para a formação em massa de aspirantes a oficiais, alinhando-os de todas as determinações legais da PMRCC e, além disso, de conhecimentos de gestão que podem lhe auxiliar em sua carreira militar. 


 4.1 Considerações finais
 
 Foi consultada a opinião de 3 oficiais e os mesmos concordaram com a presença desta problemática, que deve ser solucionada da melhor maneira possível, de modo que não afete o ingresso de aspirantes a oficiais no oficialato por extrema dificuldade, ou seja, deve-se trabalhar nos mecanismos de ensino-aprendizagem, e não nos mecanismos de avaliação, pois, sem um, o outro não serve de nada. 


Atenciosamente DoutorAragom [DrA]

- General da RCC
- Membro do Serviço de Proteção dos Professores
- Conselheiro dos Professores
- Avaliador do CFO
- Ex-Avaliador do CFO
- Ex-Membro do Conselho de Cargos Executivos
- Ex-Vice-Líder dos Professores
- 3º Lugar no PMS 2014 - Melhor Professor
- 3º Lugar no Oscar 2014 - Melhor Professor
- Ex-Coronel
Novembro 2018
Since fevereiro 2014
"Não quero que as pessoas sejam muito gentis; pois tal poupa-me o trabalho de gostar muito delas."

CFO - Postagem de atividades - Página 45 Giphy
DoutorAragom
DoutorAragom
Participativo

RCCoins : 200
Mensagens : 1104
Patente : Coronel
Idade : 19
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
em Seg 25 Fev - 21:47
Nick do Professor: DoutorAragom
Nick do Aluno: LagashyBM
Data da Correção: 25 Fev 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: Mostrou conhecimento em elaborar a estrutura básica do curso e apresentar tópicos opcionais.
Spoiler:
Projeto do Aluno:

POLÍCIA MILITAR REVOLUÇÃO CONTRA O CRIME
RELATÓRIO DA ATIVIDADE DO CFO
CFO - Postagem de atividades - Página 45 Rcc12





Índice:


I   - Introdução;
II  - Desenvolvimento;
III - Conclusão.









I - INTRODUÇÃO


Eu, policial LagashyBM, patente Aspirante à Oficial, portador da TAG [LbM], recebi uma atividade aproximadamente às 13:30 do horário de Brasília do dia 25/02/2019, foi me passada a missão do Curso de Formações de Oficiais, aplicada pelo senhor coronel DoutorAragom, com o prazo de entrega de até 72 horas. O objetivo da missão é realizar um relatório sobre alguma coisa que está faltando na instituição.




II - DESENVOLVIMENTO




Ao dar uma observada no batalhão da Polícia Militar Revolução Contra o Crime e no nosso dia-a-dia, pude lembrar sobre uma função que há no batalhão e não há no batalhão auxiliar, o operador 04. Como sabemos, a função do operador 04 é conferir missão, fardamento, emblema, costas, perfil, balão de fala e se o recruta consta ou não na listagem de exonerados. No batalhão auxiliar, há uma junção entre a função do sentinela e do operador 04, fazendo com que o sentinela tenha como função aplicar a pré-aula, abrir a porta de acesso às cabanas (no caso do batalhão auxiliar) e realizar a função do operador 04. O problema está aí. Muitas das vezes o sentinela corrigi-rá os erros que houver na missão, no fardamento e/ou no emblema do recruta, mas raramente irá conferir na listagens de exonerados. Isso ocorre porque em nenhuma aula é ensinado sobre isto, então, o policial novato acabará não conferindo.


Apontado essa falha, a solução seria simples: sempre que algum policial assumir a função de sentinela no batalhão auxiliar, o Oficial da Guarda deverá alertá-lo sobre a sua função como sentinela. Assim, o policial que não tem conhecimento sobre isso irá aprender e utilizar para o resto de sua carreira, repassando para os seus subalternos. 


Além disso, o Alto Comando Supremo enviaria uma mensagem privada no fórum para todos os portadores de direitos. Essa mensagem privada conterá a informação sobre avisar sempre o policial que for assumir o sentinela sobre suas funções no batalhão auxiliar, caso o mesmo não saiba. Enviando uma mensagem privada, fará com que todos os portadores de direitos (os que são policiais da ativa) leiam, evitando uma reunião desnecessária, mesmo que seja uma reunião rápida apenas para debaterem esse assunto.



Pontos positivos:
- Evitaremos a entrada de exonerados que possam se aproveitar do não conhecimento do atual sentinela.
- Quando uma quantidade consideravelmente alta de policiais saberem sobre a importância de avisar o sentinela, veremos constantemente policiais fazendo isso e auxiliando seus subalternos.


Pontos negativos: 
- Em meu ver, não há pontos negativos, o Alto Comando Supremo apenas perderá alguns minutos elaborando a mensagem privada, o que não é nada demais. 




III - CONCLUSÃO




Com o descuido dos sentinelas inexperientes, exoneradores poderão entrar em nosso batalhão e quem sabe, consegui se tornar um soldado, caso ninguém verifique ou não conheça o nick do exonerado. Por esse motivo considerei isso como uma "falha". Mesmo assim, temos certeza de que um usuário nunca durará em nossa instituição utilizando uma conta exonerada. 


Acredito que consegui explicar bem e deixar claro o problema, a solução e os pontos negativos e positivos, e consequentemente, cumprir com a missão dada. Não deixei nenhum anexo exposto, já que não há. 


Atenciosamente DoutorAragom [DrA]

- General da RCC
- Membro do Serviço de Proteção dos Professores
- Conselheiro dos Professores
- Avaliador do CFO
- Ex-Avaliador do CFO
- Ex-Membro do Conselho de Cargos Executivos
- Ex-Vice-Líder dos Professores
- 3º Lugar no PMS 2014 - Melhor Professor
- 3º Lugar no Oscar 2014 - Melhor Professor
- Ex-Coronel
Novembro 2018
Since fevereiro 2014
"Não quero que as pessoas sejam muito gentis; pois tal poupa-me o trabalho de gostar muito delas."

CFO - Postagem de atividades - Página 45 Giphy
.:Sr.Messi:
.:Sr.Messi:
Lendário

RCCoins : 200
Mensagens : 5842
Patente : Comandante Geral
Idade : 20
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
CFO - Postagem de atividades - Página 45 PT746ColdHabbo - Fã site parceiro
em Ter 26 Fev - 18:46
Nick do Professor: .:Sr.Messi:
Nick do Aluno: BrockLesnar:
Data da Correção: 23 Fev 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: O militar apresentou uma ótima problemática e solução em seu projeto.
Spoiler:

Spoiler:
Meus dados:

Nickname: BrockLesnar:
Patente/cargo: Aspirante a Oficial
TAG: [BcK]

Índice:

Problemática;
Objetivo;
Pontos positivos;
Introdução;
Desenvolvimento;
Conclusão.

Problemática: 

Falta de professores no Centro de Formação de Oficiais.
Objetivo: 

Convocar novos membros para a sub-companhia do CFO.
Pontos positivos: 

Formação de mais oficiais dentro da RCC e aprimorar a sub-companhia.
Introdução: 

Esse projeto tem como objetivo alertar um problema dentro da RCC e tentar corrigi-lo, esse problema é a falta de professores para a aplicação de aulas no Centro de Formação de Oficiais, assim, não havendo muitas formações.
Desenvolvimento: 

É evidente que muitos Aspirantes a Oficiais possuem uma dificuldade para se formar no CFO e ser um oficial no futuro, isso devido a escassa quantidade de professores online para aplicar, normalmente a média é de 10 professores por matéria, isso quando tem algum disponível no momento para poder aplicar, portanto, esse problema deve ser corrigido. Infelizmente, muitos policiais não tem a vontade de entrar para sub-companhias e ajudar a manter a estrutura e organização da RCC, outro problema é que a quantidade de oficiais é menor do que a quantidade de praças, e para poder adentrar na sub-companhia do CFO é exigido que a pessoa seja um oficial, assim, só oficiais podendo formar oficiais. A importância da sub-companhia do Centro de Formação de Oficiais é muito grande, sendo ela a responsável pelo futuro da RCC, uma vez formando oficiais capacitados para ajudar manter a ordem dentro da polícia, por causa disso, deve-se divulgar mais essa tão importante sub-companhia para todos e motivá-los de alguma forma, como por exemplo medalhas efetivas, para que assim a quantidade de membros aumente e que a distribua para as 4 matérias necessárias para a formação do policial. Dessa forma, muitos poderão se tornar oficiais sem muitos problemas.
Conclusão: 

Ao término deste projeto é possível concluir que de fato há vários problemas a serem resolvidos dentro da RCC, esse é apenas um de vários, porém, eu escolhi esse problema em específico por justamente estar cursando o CFO, e saber da dificuldade que é para encontrar professores onlines disponíveis.
Considerações Finais: 

Gostaria de agradecer meu professor de ciências militares .:Sr.Messi: por ter me dado essa oportunidade de desenvolver meu primeiro projeto de muitos que virão, também agradeço por sua disponibilidade em ter me aplicado a aula. #AvanteRCC
.:Sr.Messi:
.:Sr.Messi:
Lendário

RCCoins : 200
Mensagens : 5842
Patente : Comandante Geral
Idade : 20
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
CFO - Postagem de atividades - Página 45 PT746ColdHabbo - Fã site parceiro
em Ter 26 Fev - 22:11
Nick do Professor: .:Sr.Messi:
Nick do Aluno: lucas1466
Data da Correção: 26 Fev 2019
Veredito dado: Reprovado
Motivos: O militar apresentou uma estrutura simples e desorganizada, além de não apresentar uma problemática em seu projeto.
Spoiler:

Spoiler:
POLÍCIA MILITAR REVOLUÇÃO CONTRA O CRIME
                                                                                                                      
https://servimg.com/view/20033684/2

Meus Dados:
Nick: lucas1466
Patente: Aspirante a Oficial
TAG: [L14]     
                                                                            
                                                                                                                       

ÍNDICE:

CAPÍTULO I – Listagem de Membros

CAPÍTULO II – Hierarquia e Funções

CAPÍTULO III – Gratificações e punições administrativas

Conclusão


Capítulo I – Listagem de Membros





Hierarquia atual dos treinadores (Liderança e Ministério)

LIDERANÇA:


Líder {L.TRE}
[01/01]

▾Responsável pela administração e gestão da companhia.

01 • o!:duarte:!o - 08 Nov 2017

Vice-Líder {VL.TRE}
[01/02]

▾ Responsável pela administração e gestão da companhia.

01 • @Sorridente - 20 Mar 2018

MINISTÉRIO:

Ministério {Min.TRE}
[06/08]
▾Responsáveis pelas tarefas administrativas da companhia.

Ministério da Atualização:
01 • bielwswolf - 17 Ago 2018 - {22 Dez 2018} [DE] [SF] [L] 

Ministério da Documentação:
02 • Skatesr.mateus - 10 Nov 2018 - {05 Jan 2019} [DE] [SF] 

Ministério da Segurança:
03 • xGhastly - 02 Jul 2018 - {15 Nov 2018} [SF] [LR]
04 • Sr.MIGUELSAO - 11 Out 2018 - {05 Jan 2019} [SF] 
05 • .Shiori. - 17 Set 2018 - {20 Jan 2019} [DE]  

Ministério da Contabilidade:

06 • ::-Yan-::-Ban - 06 Mar 2018 - {05 Ago 2018}

Estágio {Est.TRE}

[00/04]


▾Responsáveis pelas tarefas administrativas da companhia com acompanhamento da liderança e/ou ministério

01 • -x- {Documentação}
02 • -x- {Segurança}
03 • -x- {Contabilidade}
04 • -x- {Atualização}

Observação: Como há quatro ministérios, sendo eles: atualização, documentação, segurança e contabilidade. Seriam quatro estagiários para cada ministério, iriam se revezar de uma em uma semana, participando de todos os ministérios e os ministros responsáveis acompanhando e avaliando os mesmos para que estejam preparados para assumir a vaga de ministério.

Funções:

O estagiário é o cargo de transição para assumir o Ministério, sendo responsável por exercer funções diversas que são estabelecidas pelo vice-líder no alto do Estágio.

Observação: O vice-líder ou algum ministro responsável ficará responsável por montar uma escala todo domingo, definindo as funções de cada estagiário.

Funções de cada estágio:

Estagiário da Atualização:

Estagiário da Atualização, responsável por: Atualizar a lista de membros, controle de tarefas, supervisionar a lista de membros (grupos e inativos) e manter o foco nas advertências ativas dos membros. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da atualização.

Estagiário da Documentação:

Estagiário da Documentação, responsável por: Atualizar as planilhas de treinamentos convencionais, treinamentos rápidos, treinamentos básicos e graduações. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da documentação.

Estagiário da Segurança:


Estagiário da Segurança, responsável por: Atualizar emblemas de aulas, atualizar os emblemas da companhia, postar medalhas semanais e mensais, atualizar a lista de treinamentos convencionais e aplicar teste de admissões. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da segurança.

Estagiário da Contabilidade:

Estagiário da Contabilidade, responsável por: Contagem de treinamentos básicos semanais, contagem de treinamentos rápidos semanais, contagem de treinamentos convencionais mensais e contagem de graduações mensais. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da contabilidade.

Observação: Caso algum estagiário faça alguma coisa sem a permissão de ninguém estará sujeito a medalhas negativas e/ou rebaixamento na companhia.

- Mudanças:

Alterações no regimento interno:

Capítulo II - Hierarquia e Funções

Art. 9º - Para fins de organização hierárquica e administrativa, a companhia dos treinadores é composta por uma hierarquia de seis cargos, sendo eles, do menor para o maior:

Treinador(a) de nível um (01);
Treinador(a) de nível dois (02);
Treinador(a) de nível três (03);
Graduador(a);
Estagiário(a);
Ministro(a);
Vice-líder;
Líder.

Art. 10º - Para controle e limitação de membros, cada cargo da hierarquia é restrito por uma quantidade de vagas, totalizando 90 vagas no geral:

Treinador(a) de nível um (01): Existem cinquenta (50) vagas para o cargo;
Treinador(a) de nível dois (02): Existem vinte e cinco (25) vagas para o cargo;
Treinador(a) de nível três (03): Existem oito (08) vagas para o cargo;
Graduador(a): Existem dez (10) vagas para o cargo;
Estagiário(a): Existem quatro (04) vagas para o cargo;
Ministro(a): Existem oito (08) vagas para o cargo;
Vice-líder: Existem uma (01) vagas para o cargo;
Líder: Existe uma (01) vaga para o cargo.

Art. 11º - Para manter a companhia organizada e com um bom funcionamento, é realizada a distribuições de funções para cada cargo da hierarquia, sendo elas:

Treinador(a) de nível 01 (um): Responsável pela aplicação de treinamentos básicos, com a finalidade de doutrinar os militares da melhor maneira possível;

Treinador(a) de nível 02 (dois): Responsável pela aplicação de treinamentos rápidos, com o objetivo de melhorar o conhecimento e agilidade dos policiais, em diversos segmentos, sendo responsável, ainda, pela aplicação de treinamentos básicos;

Treinador(a) de de nível 03 (três): Responsável pela aplicação de treinamentos convencionais, com o intuito de treinar os militares em diversos aspectos, sendo responsável, ainda, pela aplicação de treinamentos básicos;

Graduador(a): Responsável pela aplicação de graduações, com o objetivo de capacitar os treinadores a executarem sua função com excelência;

Estagiário(a): Cargo de transição para assumir o Ministério, sendo responsável por exercer funções diversas que são estabelecidas pelo vice-líder no alto do Estágio, atualmente o estagiário é composto por 4 divisões;

• Estagiário da Atualização: responsável por: Atualizar a lista de membros, controle de tarefas, supervisionar a lista de membros (grupos e inativos) e manter o foco nas advertências ativas dos membros. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da atualização. 

• Estagiário da Documentação: responsável por: Atualizar as planilhas de treinamentos convencionais, treinamentos rápidos, treinamentos básicos e graduações. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da documentação. 

• Estagiário da Segurança: responsável por: Atualizar emblemas de aulas, atualizar os emblemas da companhia, postar medalhas semanais e mensais, atualizar a lista de treinamentos convencionais e aplicar teste de admissões. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da segurança. 

• Estagiário da Contabilidade: responsável por: Contagem de treinamentos básicos semanais, contagem de treinamentos rápidos semanais, contagem de treinamentos convencionais mensais e contagem de graduações mensais. Sempre com a permissão da liderança ou do ministro da contabilidade.

Observação: Caso algum estagiário faça alguma coisa sem a permissão de ninguém estará sujeito a medalhas negativas e/ou rebaixamento na companhia.

Ministro(a): Responsável por toda a parte administrativa da companhia dos treinadores, atualmente o ministério é composto por 4 divisões;

• Ministério da Atualização: responsável por: Atualizar a lista de membros, controle de tarefas, supervisionar a lista de membros (grupos e inativos) e manter o foco nas advertências ativas dos membros. 

• Ministério da Documentação: responsável por: Atualizar as planilhas de treinamentos convencionais, treinamentos rápidos, treinamentos básicos e graduações. 

• Ministério da Segurança: responsável por: Atualizar emblemas de aulas, atualizar os emblemas da companhia, postar medalhas semanais e mensais, atualizar a lista de treinamentos convencionais e aplicar teste de admissões. 

• Ministério da Contabilidade: responsável por: Contagem de treinamentos básicos semanais, contagem de treinamentos rápidos semanais, contagem de treinamentos convencionais mensais e contagem de graduações mensais.

Vice-líder: Responsável por garantir a segurança de toda a estrutura da companhia, supervisionar as funções do ministério, avaliar projetos e representar o líder em sua ausência;

Líder: Responsável por toda a companhia, é seu dever organizar e manter toda a estrutura da companhia.

Art. 12º - Todo treinador tem o dever de cumprir com suas obrigações, com base nisso, é estabelecido uma meta há alguns cargos, sendo elas:

• Treinador(a) de nível 01 (um): Tem a obrigação de atingir 30% de aplicações nas porcentagens semanais de treinamentos básicos;

• Treinador(a) de nível 02 (dois): Tem a obrigação de atingir 50% de aplicações nas porcentagens semanais de treinamentos rápidos e 30% de aplicações nas porcentagens semanais de treinamentos básicos;

• Treinador(a) de nível 03 (três): Tem a obrigação de atingir 50% de aplicações nas porcentagens mensais de treinamentos convencionais e 30% de aplicações nas porcentagens semanais de treinamentos básicos;

• Graduador(a): Tem a obrigação de atingir 50% de aplicações nas porcentagens mensais de graduações;

• Estagíario(a): Tem a obrigação de cumprir com suas funções administrativas semanais.

• Ministro(a): Tem a obrigação de cumprir com suas funções administrativas semanais e mensais.


Capítulo III - Gratificações e punições administrativas

Art. 13º - Todos os treinadores são dignos de recompensa pelo seu trabalho, e na companhia dos treinadores, os policiais são recompensados por meio de medalhas efetivas, seguindo o padrão abaixo:

• Treinador(a) de nível 01: Gratificação relativa conforme seu esforço:

30% a 60% na porcentagem de treinamentos básicos = 05 medalhas;
70% a 90% na porcentagem de treinamentos básicos = 07 medalhas;
100% ou superior na porcentagem de treinamentos básicos = 10 medalhas;
O treinador que atingir a maior porcentagem ganha um bônus de 10 medalhas.

• Treinador(a) de nível 02: Gratificação relativa conforme seu esforço:

50% a 75% na porcentagem de treinamentos rápidos = 07 medalhas;
100% ou superior na porcentagem de treinamentos rápidos = 10 medalhas;
O treinador que atingir a maior porcentagem ganha um bônus de 10 medalhas.

• Treinador(a) de nível 03: Gratificação relativa conforme seu esforço;

50% a 75% na porcentagem de treinamentos convencionais = 25 medalhas;
100% ou superior na porcentagem de treinamentos convencionais = 30 medalhas;
O treinador que atingir a maior porcentagem ganha um bônus de 10 medalhas.

• Graduador(a): Gratificação com 50 medalhas caso cumpra com sua meta mensal;
• Estagiário(a): Gratificação com 50 medalhas caso cumpra com suas obrigações;
• Ministro(a): Gratificação com 60 medalhas caso cumpra com suas obrigações;
• Vice-líder: Gratificação com 60 medalhas caso cumpra com suas obrigações;
• Líder: Gratificação com 60 medalhas caso cumpra com suas obrigações.

Art. 14º - Caso o treinador não venha a cumprir suas funções, o mesmo estará sujeito a punições, sendo caracterizado entre expulsão e medalhas negativas/rebaixamento, sendo utilizado na tabela a seguir:

Treinador(a) de nível um (01): Receberá 50 medalhas negativas caso fique abaixo da meta. Caso não aplique nenhum treinamento na semana, será expulso da companhia e receberá 200 medalhas negativas;
Treinador(a) de nível dois (02): Receberá 50 medalhas negativas e rebaixado dentro da companhia;
Treinador(a) de nível três (03): Receberá 70 medalhas negativas, e será rebaixado dentro da companhia;
Graduador(a): Receberá 100 medalhas negativas, e será rebaixado dentro da companhia;
Estagiário(a): Receberá 100 medalhas negativas, e será rebaixado dentro da companhia;
Ministro(a): Receberá 200 medalhas negativas, e será rebaixado dentro da companhia;
Vice-líder: Receberá 300 medalhas negativas, e será realocado como graduador.


FINALIZAÇÃO


4.1 - Considerações Finais

Sugestão feita pelo Aspirante a Oficial lucas1466, com isso finalizo meu projeto com a intenção de melhorar as promoções efetuada para o ministério, para que não ocorra dúvidas de que o militar vai ou não fazer a função dele com excelência e responsabilidade.
luanafonso10
luanafonso10
Comunicativo

RCCoins : 200
Mensagens : 213
Cargo : Ministro
Idade : 18
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
em Qua 27 Fev - 23:11
Nick do Professor:  luanafonso10
Nick do Aluno: Noemy.Martins
Data da Correção: 27 Fev 2019
Veredito dado: Aprovada.
Motivos: Teve uma estruturação básica, porém demonstrou uma problemática e soube desenvolver bem suas soluções, com os tópicos demonstrados na apostila. 
Spoiler:
Projeto do Aluno:
 Introdução

 Bom, percebe-se que na recepção é preciso estar muito ativo em relação aos recepcionistas, principalmente os soldados, por questões de segurança, melhor rendimento e eficácia dentro da RCC sobre essa função apresento-lhe a função de Cabo da Guarda Auxiliar, onde séria posto um Sargento + que iria ajudar os seus companheiros em quanto sua função de CG e recepcionistas.

Desenvolvimento

  Praticamente seria posto um sargento + com o curso de CFS feito. Seria posto um tapete(azul) ao lado e usaria cor azul no balão, só que ele tem enquanto a mesma função do CG, porém, ele estaria mais atento aos 3(três) procedimentos e as dúvidas, por causa dos frequentes erros dos recepcionista, além disso, ele deve se voltado aos soldados/equivalências na recepção pois os mesmos seriam o que mais necessitariam dessa ajuda. Lembrando que, o Cabo da Guarda Aux. não será responsável por dá o segundo sentido, apenas irá prestar o comando.

Conclusão

 Portanto, o Cabo da Guarda Auxiliar seria de ajuda não só para o CG, mas também para os policiais novatos na recepção que necessitam que ajuda enquanto alistadores. Ele teria que está atento aos pedidos de ajuda e dúvidas dos recepcionistas, enquanto o CG ficaria responsável pela ordem e o comando geral da recepção.

Índices

 Ficaria posto ao lado do CG um tapete da cor azul e balão de fala azul (para evitar confusão na hora da fala).

Problemática

 Recepção e Cabo da Guarda.

Pontos positivos

 Teria uma recepção mais atenta, reduziria os erros e/ou as entradas de indivíduos indesejados, policiais mais qualificados, uma melhor organização em base e geração nova função que com isso irá gerar mais qualidade nos sargentos+.

Pontos negativos

 Os pontos negativos são quase insignificantes, pois não irá ter custos altos. Em relação a espaço só será acrescentado um tapete. A negatividade é praticamente nula.

Considerações finais

 Vendo que esse projeto é altamente sustentável e haverá poucos gastos de ambos os senhores supremos. Ademais, irá gerar mais uma nova função e ajuda aos policiais em base. 


CFO - Postagem de atividades - Página 45 Avatarimage?img_format=gif&user=luanafonso10&action=wav&direction=4&head_direction=4&gesture=agr&size=b
Ministro-Geral [Lr1] 
Orientador da Ordem Militar
Estagiário da INS
Professor da CFO 
luanafonso10
luanafonso10
Comunicativo

RCCoins : 200
Mensagens : 213
Cargo : Ministro
Idade : 18
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
em Qui 28 Fev - 19:12
Nick do Professor: luanafonso10
Nick do Aluno: LexusPateta
Data da Correção: 28 Fev 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: Apresentou uma estrutura mais desenvolvida, com tópicos e explicações mais detalhadas. Propôs uma problematica e soube desenvolver muito bem suas soluções e procedimentos.
Spoiler:
Projeto do Aluno:
 
CFO - Postagem de atividades - Página 45 Cfo10

Projeto - Atividade Ciências Militares




I. Dados:

Nick: LexusPateta
Patente: Aspirante a Oficial
TAG: [LxS]
TAG do Promotor: [SkB]

II. Introdução:

Na tarde de segunda-feira, dia 28, foi passado uma atividade referente ao Curso de Formação de Oficiais, na qual eu deveria desenvolver um projeto para a Polícia RCC.

III. Problemática:

Como sabemos, diariamente são alistados em nossas recepções dezenas de recrutas, e muitos deles acabam passando incorretamente, por erro do recepcionista. O responsável pela recepção é o Cabo da Guarda, no qual ele toma conta da mesma, e é responsável também por tudo que passa por ela. E muitas vezes, por alguma desatenção do CG, acabam passando civis incorretos, e algumas vezes, fakes, que não deveriam estar passando por lá. O projeto trará uma breve solução para que seja quase nula a passagem de recrutas errados pela recepção.

IV. Desenvolvimento:

O projeto visa adicionar mais um Cabo da Guarda. Assim, haveria mais um policial para dividir toda a atenção da recepção, e consequentemente, menos erros iriam vir da recepção. Quando um civil passa incorretamente para o Operador 4, muitas vezes o mesmo não acaba kickando o cidadão de volta para o saguão para o realistamento, e sim, tenta ajudar o recruta para que ajeite o erro. Essa ação pode acabar gerando uma fila no OP4, o que claro, é indesejável. Assim, iria poupar um tempo maior do Operador 4, podendo realizar a verificação dos recrutas com mais facilidade, e mais rapidez. 

V. Pontos Positivos/Negativos:

Pontos Positivos:


  • Maior atenção a recepção;




  • Menos recrutas passando incorretamente;




  • Poupar tempo do Operador 4 / Auxiliar Operacional.




Pontos Negativos:


  • Reformulações dos Batalhões;




  • Retardo na velocidade do comando "Sentido" ao batalhão/recepção.




VI. Conclusão:

Com este projeto, poderemos ter um número maior de recrutas corretos indo para o Operador 4, assim, poupando tempo de todos, e fazendo com que a RCC se torne cada vez mais segura. 


CFO - Postagem de atividades - Página 45 Avatarimage?img_format=gif&user=luanafonso10&action=wav&direction=4&head_direction=4&gesture=agr&size=b
Ministro-Geral [Lr1] 
Orientador da Ordem Militar
Estagiário da INS
Professor da CFO 
.:Sr.Messi:
.:Sr.Messi:
Lendário

RCCoins : 200
Mensagens : 5842
Patente : Comandante Geral
Idade : 20
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
CFO - Postagem de atividades - Página 45 PT746ColdHabbo - Fã site parceiro
em Sex 1 Mar - 17:45
Nick do Professor: .:Sr.Messi:
Nick do Aluno: BACARINODZ
Data da Correção: 01 Mar 2019
Veredito dado: Reprovado
Motivos: O militar tratou de um bom problema, porém não apresentou uma estrutura no mínimo básica para a apresentação de sua ideia.
Spoiler:

Spoiler:
Nick: BACARINODZ
Patente/Cargo: Aspirante a Oficial
TAG: [BAC]


PROJETO

 Venho por meio deste projeto, Apresentar uma solução na Sala de Controle, Na qual evitará falhas e melhor desenvolvimento e agilidade no processo de entrada de militares.
 O projeto está relacionado ao Auxiliar Operacional, No qual teria controle sobre as portas dos Operadores através dos mesmos comandos (P1,P2,P3,P4,PK), Em cima de seu Palanque/Poltrona, Caso algo esteja incorreto ou um operador tenha, Travado/Desconectado do jogo e deixou a porta aberta, o Auxiliar Operacional vai até sua posição e da o comando de fechar a porta do mesmo.
 Conclui está falha na Sala de Controle após conversar com meus subalternos e observação sobre a sala de controle, Observei que os Auxiliares Operacional pode ter problemas caso algum operador venha a permitir a entrada de um policial Falso ou Errado dentro da Instituição, Ocasionando problemas dentro do Batalhão, até o Oficial da Guarda ser comunicado sobre o mesmo.
Segue um Anexo no Qual o Auxiliar Operacional estava com problemas com porta aberta.

CFO - Postagem de atividades - Página 45 Operad10
.:Sr.Messi:
.:Sr.Messi:
Lendário

RCCoins : 200
Mensagens : 5842
Patente : Comandante Geral
Idade : 20
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
CFO - Postagem de atividades - Página 45 PT746ColdHabbo - Fã site parceiro
em Sex 1 Mar - 19:30
Nick do Professor: .:Sr.Messi:
Nick do Aluno: Dr.Gabrier1
Data da Correção: 01 Mar 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: O militar apresentou uma boa problemática e solução em seu projeto, além de apresentar uma elaboração estrutural razoável.
Spoiler:
Spoiler:

Dados: Atividade CFO - Ciência Militares - Professor: .::Sr.Messi:

Policial relator do projeto: Supervisor da Policia Militar Revolução Contra o Crime Dr.Gabrier1

Projeto: Órgão de Integração Jurídica/Social e de controle de ética e cidadania Militar.
Data: 01/03/2019, 15:00h (Brasília)

Apresentação


No presente projeto irei apresentar tópicos que abordem problemas, situações que devem ser corrigidas por meio de um processo de integração de policiais mais eficiente. Com isso, venho a expor a problemática das questões e suas devidas soluções/ideias que possam sanar as lacunas que há em nossa instituição para cumprirmos com nosso dever de combater o crime no habbo hotel. 

Desenvolvimento


Na Policia Militar Revolução Contra o Crime muitos policiais se encontram perdidos quando iniciam sua carreira na instituição. Isso é totalmente normal, pois a cultura RCC realmente não é fácil, porém devemos salientar que policiais que ocupem as patentes/cargos ( soldado até subtenente/equivalência) não conhecem realmente a instituição em que trabalham. 

Defendo, nesse projeto, que haja um processo de integralização de policiais novatos, que visam: a aplicação de palestras sobre a cultura RCC; com um curso de doutrinamento RCC, para que as dúvidas possam bastar e que nossos policiais praças (...) possam estar realmente habilitados para atenderem as funções do quartel. 

A criação de mais funções para os praças seria uma ideia a considerar, pois eles se integrariam mais a instituição, tanto profissionalmente como psicologicamente. 


  • Profissionalmente: o policial iria se aprofundar nos mínimos detalhes das funções e documentos da RCC sendo um praça; temos que o conhecimento dos documentos da RCC só são estudados ou só chegam ao conhecimento dos policiais quando chegam na patente de subtenente/equivalência +. Devemos desde o CFSold integrá-los aos documentos da instituição.

  • Psicologicamente: Muitos policiais ficam abalados psicologicamente, e isso deve ser levado em consideração, pois estamos lidando com pessoas. A cultura RCC recebe por dia centenas de pessoas e, todos os dias, recebemos novos recrutas. É dever trabalharmos o psicológico para que saibam lidar com situações do dia a dia RCC. Devemos elaborar um plano de conduta e ética dos policiais. Criaríamos um órgão de controle de ética dos policiais. 




Conclusão

Com foco nos praças, este projeto foi elaborado em síntese com o dia a dia de um policial RCC. O policial relator que elaborou este projeto tem, ânimo definitivo na instituição desde 2012. Com grande experiência buscou salientar a importância da integração de praças com a cultura RCC, haja vista que não são devidamente integralizados somente com os cursos de formação atuais. Precisamos de mais. Precisamos que o policial se engaje de uma maneira totalmente voluntária com a doutrina. Sendo assim, eis o projeto apresentado.
.:Sr.Messi:
.:Sr.Messi:
Lendário

RCCoins : 200
Mensagens : 5842
Patente : Comandante Geral
Idade : 20
Emblemas : CFO - Postagem de atividades - Página 45 IT693Sou um militar da PMRCC
CFO - Postagem de atividades - Página 45 PT746ColdHabbo - Fã site parceiro
em Sex 1 Mar - 20:52
Nick do Professor: .:Sr.Messi:
Nick do Aluno: BACARINODZ
Data da Correção: 01 Mar 2019
Veredito dado: Aprovado
Motivos: O militar desenvolveu bem sua problemática e solução, além de apresentar uma boa estrutura em seu relatório.
Spoiler:
Spoiler:
Nick: BACARINODZ
Patente/Cargo: Aspirante a Oficial
TAG: [BAC]


PROJETO

Introdução: Venho por Meio deste projeto, apresentar uma solução ao problema de portas abertas na sala de controle.

Desenvolvimento:
 O projeto tem o intuito de criar comandos para que o Auxiliar Operacional, consiga fechar as portas da sala de controle em um eventual acidente, Funcionará da seguinte forma, o Auxiliar Operacional em seu Palanque/Poltrona e usar o comando de fechamento de cada porta, através dos comandos (P1,P2,P3,P4,PK).

Pontos Positivos:
 Este projeto tem muito a agregar na estrutura da RCC, Evitando entrada de intrusos, fakes, Caso o operador trave/Desconecte no jogo ou até mesmo venha a cometer um erro.

Pontos Negativos: O ponto negativo deste projeto, Está relacionado a caso de invasão na Sala de controle e o Auxiliar Operacional não esteja em cima do Palanque e o mesmo possa vir a abrir através dos comandos.

Conclusão: Cheguei a concluir que era necessário uma melhoria dentro da sala de controle, quando observei a sala de controle e constatei que quando um policial entra errado, ele tem tempo de causar uma baderna dentro do Batalhão até que seja realizado seu Kicke, Também constatei essa falha na sala de controle quando, estava a observar e o Operador 2 veio a travar do jogo e o Auxiliar Operacional teve problemas para fechar a Porta,
Este projeto tem muito potencial para agregar na RCC, evitando badernas e melhor desempenho dentro de nossa instituição.
Conteúdo patrocinado
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum