Compartilhe
cad.2
cad.2
RCCStar

RCCoins : 200
Mensagens : 2310
Patente : Tenente
Localização : Dois passos atrás de você.

Emblemas : [CFO] - Psicologia IT693Sou um militar da PMRCC
em Qui 14 Set - 13:33
[CFO] - Psicologia B25114s36044s400149a289d8521b800b572475d6752e685a0

Centro de Formação de Oficiais

Psicologia
Instruções de aplicação



Atenção professor, preste mais do que a costumeira atenção a todas as instruções que serão repassadas aqui, neste pequeno tutorial, e siga à risca todas elas, visando a segurança e um melhor aproveitamento do aspirante.

Você já sabe o que deverá fazer caso o aspirante solicite o conteúdo, então, ele será disponibilizado em code logo abaixo. A avaliação contém perguntas e respostas, e as respostas, ou seja, o conteúdo em vermelho, não poderá ser enviado ao aspirante, caso você desobedeça essa regra, será exonerado da Polícia Militar Revolução Contra o Crime por corrupção.


Código:
[center][img]https://www.habbo.com.br/habbo-imaging/badge/b25114s36044s400149a289d8521b800b572475d6752e685a0.gif[/img][/center]

[center][b][color=#00cc99][size=16]Centro de Formação de Oficiais[/size][/color][/b][/center]

[center][b][color=#006699]Psicologia[/color][/b][/center]
[center][b][color=#006600]Apostila NS: PS-0387[/color][/b][/center]

[hr]
[color=#000000][center][b]Psicologia - Autoavaliação[/b][/center]

Auto-consciência emocional: Você será capaz de identificar suas próprias emoções e reconhecer o
impacto delas em suas ações e decisões?

Auto-avaliação precisa: Você conhecerá seus próprios limites e possibilidades, sem se supervalorizar
nem se subestimar?

Auto-confiança: Você terá um sólido senso do seu valor próprio, capacidade e potencial?

Auto-controle emocional: Você conseguirá manter suas emoções e impulsos destrutivos sob controle em
momentos de estresse?

Iniciativa: Você se encontrará sempre pronto para  agir a aproveitar as oportunidades?

Transparência: Seus comportamentos serão totalmente fundamentos na honestidade e integridade?
Você será digno de confiança?

Empatia: Você será capaz de perceber as emoções alheias, compreender seus pontos de vista
e interessar-se ativamente por suas preocupações?

Serviço: Você reconhecerá e satisfará às necessidades dos seus subordinados, servindo-os
e ajudando-os na melhoria de seu desempenho e no alcance de seus objetivos?

Liderança inspiradora: Você orientará e motivará com uma visão instigante, conduzindo pessoas a
objetivos mais elevados de ganhos mútuos?

Influência: Você dispõe da capacidade de persuadir e influenciar pessoas?

Trabalho em equipe: Você será capaz de colaborar com o trabalho em equipes com alto desempenho?

Gerenciamento de conflitos: Você conseguirá solucionar divergências entre pessoas levando-as
à integração e aceitação mútua?

Catalisação de mudanças: Você iniciará e gerenciará mudanças, liderando as pessoas em uma nova
direção?

[center][b]Psicologia - As seis leis para a conquista da auto-responsabilidade[/b][/center]

1. Se é para criticar (os outros), cale-se.
2. Se é para reclamar, dê sugestão.
3. Se é para buscar culpados, busque solução.
4. Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor.
5. Se é para justificar seus erros, aprenda com eles.
6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes.

Estas seis práticas linguísticas e comportamentais, transformadas em hábito diário, trarão mudanças
na sua vida e as pessoas ao seu lado perceberão que uma nova pessoa surge.
Você verá novas oportunidades e possibilidades lhe batendo à porta, coisas muito boas acontecerão,
sem explicação.
Vamos aprender melhor cada uma das seis leis para a conquista da auto-responsabilidade!

[b]LEI N° 1 - Se é para criticar (os outros), cale-se.[/b]

Criticar significa examinar com critério notando a perfeição ou os defeitos, significa também
dizer mal ou censurar algo ou alguém. Se você é daqueles que adoram criticar e analisar tudo
e continua achando a crítica um mal necessário, experimente em vez de fazer a crítica, dar uma
sugestão ou ideia, você verá que as pessoas farão questão de sua companhia e orientação, algo
que não acontece com os que gostam de criticar. Quando paramos de criticar, nosso foco passa
a ser a solução e não o problema.

[b]LEI N° 2 - Se é para reclamar, dê sugestão.[/b]

Reclamar é exigir para si, reivindicar, queixar-se, protestar e lamuriar. Muitas pessoas usam
a reclamação como uma forma de chamar a atenção, já as pessoas plenas, realizadas e
realizadoras optam em olhar e se deter prioritariamente nos pontos fortes, pois sabem que
palavras são sementes adubadas, quando detemos nas soluções e possibilidades são estas que
florescerão, e muitas vezes as possibilidades florescem tanto que os problemas se tornam
irrelevantes. As palavras que serão proferidas por você são uma opção: palavras de críticas
e cobranças, ou serão elogios e validação. Exerça o livre arbítrio e fale bem, fale com prudência.

[b]LEI N° 3 - Se é para buscar culpados, busque a solução.[/b]

Como a crítica, buscar culpados é uma maneira fácil e rápida de se desresponsabilizar pelo mundo em
que vive, pelos acontecimentos, pelos fatos e resultados obtidos em sua vida e ao seu redor.
É muito fácil olharmos os erros dos outros, porém, mais difícil percebermos os nossos.
"Por que me capacitar mais, fazer novos treinamentos se o problema e culpa pelos meus fracassos são
os outros?" Não busque culpados. Busque solução e aliados, parceiros de uma aprendizagem eterna.

[b]LEI N° 4 - Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor.[/b]

Muitas pessoas costumam a se fazerem de vítima, seja criticando e reclamando ou colocando-se
em uma situação de inferioridade e sofrimento. Se você quer chamar a atenção, ser querido,
amado e admirado, viva como um vencedor, aja como um vencedor, fale como um vencedor,
que da sua boca saiam palavras de vida e construção. Ninguém consegue a atenção e carinho
de outras pessoas por um longo período falando de seus sofrimentos e angústias, a
não ser que sejam duas pessoas debilitadas emocionalmente servindo de muleta uma à outra.

[b]LEI N° 5 - Se é para justificar seus erros, aprenda com eles.[/b]

O erro é parte do aprendizado. Muitas pessoas já debilitadas emocionalmente e acostumadas a
ser criticadas e até mesmo humilhadas, ao errar foram programadas inconscientemente para negar
e fugir de seus erros, evitando tanto quanto possível reconhecê-los, evitando olhar para si, e assim,
evitando se sentir mais uma vez diminuídas e invalidadas.  Para nos livrarmos deste péssimo hábito,
é necessário adquirirmos uma nova crença: "Não existem erros, apenas resultados". Devemos
aprender com os erros, para não colher os mesmos resultados basta fazer diferente da
próxima vez. Einstein dizia: "Loucura é continuar fazendo a mesma coisa e esperar resultados diferentes".

[b]LEI N° 6 - Se é para julgar as pessoas, julgue apenas suas atitudes.[/b]

Quando alguém nos ofende a reação normal na maioria das pessoas é se magoar e entender a ofensa
como algo pessoal e direto. Outras pessoas retribuem a ofensa com agressões verbais. Levar a vida
assim é deixar um desconhecido mandar nos seus sentimentos e emoções. Em vez de julgar e condenar
as pessoas ao seu redor, tente julgar e compreender as atitudes delas. E se cada um de nós, em vez de
procurar erros e falhas nos outros procurasse em si, certamente o mundo seria muito melhor, com
menos barbeiros, com menos ofensa e com mais verdade.[/color]

Antes de começar o teste, tire todas as dúvidas do aspirante em questão, converse com ele e seja atencioso, lembre-se de manter a paciência sempre.

O conteúdo em vermelho, abaixo desta linha, não poderá ser enviado ao aspirante, sendo passível de exoneração a desobediência dessa norma.



Avaliação - Psicologia

Olá, caro policial, vamos começar a nossa avaliação de psicologia.
Antes de começarmos, você tem alguma dúvida que eu possa esclarecer? (Aguarde a resposta do aspirante)


Se o aspirante tiver dúvidas, retire todas, se não, continue.

A partir de agora, iniciaremos nossa avaliação psicológica.

As regras são simples e objetivas, preste atenção a cada uma delas:

1) O teste é composto por cinco questões sobre as leis da conquista da auto responsabilidade;
2) Você terá até 15 segundos para começar a digitar após o envio da pergunta;
3) Caso complete 16 segundos e você não começar a digitar, a pergunta será anulada;
4) Você terá dois minutos para responder as questões, caso exceda o tempo, a pergunta será anulada;
5) Em seguida serão realizadas cinco perguntas para avaliação psicológica e de autoconhecimento;
6) Deverá responder as perguntas em suas próprias palavras, sem cópia da apostila;
7) Você não poderá tirar dúvidas no momento em que começarmos.

Você está ciente das regras, policial, e então, vamos começar a nossa avaliação de psicologia?




Questionário NS: QS-8703 – Psicologia

1. Quais são as seis leis para a conquista da auto-responsabilidade?

Respostas:

1. Se é para criticar (os outros), cale-se.
2. Se é para reclamar, dê sugestão.
3. Se é para buscar culpados, busque solução.
4. Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor.
5. Se é para justificar seus erros, aprenda com eles.
6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes.


2. Escolha uma das seis leis e explique porque ela é importante.

Resposta: (Pessoal com elementos da Lei escolhida)

3. Escolha mais uma das seis leis e explique porque ela é importante.

Resposta: (Pessoal com elementos da Lei escolhida)

4. Crie uma situação hipotética sobre a Lei nº 3 indicando como um Oficial deve agir.

Resposta: (Pessoal com elementos da Lei nº 3)

5. Crie uma situação hipotética sobre a Lei nº 5 indicando como um Oficial deve agir.

Resposta: (Pessoal com elementos da Lei nº 5)



Avaliação Psicológica

6. Como você lida com a pressão?

(Aguarde ele responder e demonstre interesse)

7. Me conte como lidou com uma situação difícil.

(Aguarde ele responder e demonstre interesse)

8. Já passou por alguma situação em que teve que rever suas atitudes e conseguiu identificar seu erro?

(Aguarde ele responder e demonstre interesse)

9. Quais foram as suas experiências de liderança?

(Aguarde ele responder e demonstre interesse)

10. O que só você pode oferecer para a RCC?

(Aguarde ele responder e demonstre interesse)


[CFO] - Psicologia NiYXiJf

Instrutor do Grupamento de Ações Táticas Especiais.
Treinador nível dois.

"Companheirismo e Excelência."

[CFO] - Psicologia Linha10

Atenciosamente,

[CFO] - Psicologia Signat10
cad.2
cad.2
RCCStar

RCCoins : 200
Mensagens : 2310
Patente : Tenente
Localização : Dois passos atrás de você.

Emblemas : [CFO] - Psicologia IT693Sou um militar da PMRCC
em Qui 14 Set - 13:58
O conteúdo, na íntegra, que você enviará ao aspirante, basta copiar o que foi disponibilizado em code acima.

[CFO] - Psicologia B25114s36044s400149a289d8521b800b572475d6752e685a0

Centro de Formação de Oficiais

Psicologia
Apostila NS: PS-0387



Psicologia - Autoavaliação

Auto-consciência emocional: Você será capaz de identificar suas próprias emoções e reconhecer o
impacto delas em suas ações e decisões?

Auto-avaliação precisa: Você conhecerá seus próprios limites e possibilidades, sem se supervalorizar
nem se subestimar?

Auto-confiança: Você terá um sólido senso do seu valor próprio, capacidade e potencial?

Auto-controle emocional: Você conseguirá manter suas emoções e impulsos destrutivos sob controle em
momentos de estresse?

Iniciativa: Você se encontrará sempre pronto para agir a aproveitar as oportunidades?

Transparência: Seus comportamentos serão totalmente fundamentos na honestidade e integridade?
Você será digno de confiança?

Empatia: Você será capaz de perceber as emoções alheias, compreender seus pontos de vista
e interessar-se ativamente por suas preocupações?

Serviço: Você reconhecerá e satisfará às necessidades dos seus subordinados, servindo-os
e ajudando-os na melhoria de seu desempenho e no alcance de seus objetivos?

Liderança inspiradora: Você orientará e motivará com uma visão instigante, conduzindo pessoas a
objetivos mais elevados de ganhos mútuos?

Influência: Você dispõe da capacidade de persuadir e influenciar pessoas?

Trabalho em equipe: Você será capaz de colaborar com o trabalho em equipes com alto desempenho?

Gerenciamento de conflitos: Você conseguirá solucionar divergências entre pessoas levando-as
à integração e aceitação mútua?

Catalisação de mudanças: Você iniciará e gerenciará mudanças, liderando as pessoas em uma nova
direção?

Psicologia - As seis leis para a conquista da auto-responsabilidade

1. Se é para criticar (os outros), cale-se.
2. Se é para reclamar, dê sugestão.
3. Se é para buscar culpados, busque solução.
4. Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor.
5. Se é para justificar seus erros, aprenda com eles.
6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes.

Estas seis práticas linguísticas e comportamentais, transformadas em hábito diário, trarão mudanças
na sua vida e as pessoas ao seu lado perceberão que uma nova pessoa surge.
Você verá novas oportunidades e possibilidades lhe batendo à porta, coisas muito boas acontecerão,
sem explicação.
Vamos aprender melhor cada uma das seis leis para a conquista da auto-responsabilidade!

LEI N° 1 - Se é para criticar (os outros), cale-se.

Criticar significa examinar com critério notando a perfeição ou os defeitos, significa também
dizer mal ou censurar algo ou alguém. Se você é daqueles que adoram criticar e analisar tudo
e continua achando a crítica um mal necessário, experimente em vez de fazer a crítica, dar uma
sugestão ou ideia, você verá que as pessoas farão questão de sua companhia e orientação, algo
que não acontece com os que gostam de criticar. Quando paramos de criticar, nosso foco passa
a ser a solução e não o problema.

LEI N° 2 - Se é para reclamar, dê sugestão.

Reclamar é exigir para si, reivindicar, queixar-se, protestar e lamuriar. Muitas pessoas usam
a reclamação como uma forma de chamar a atenção, já as pessoas plenas, realizadas e
realizadoras optam em olhar e se deter prioritariamente nos pontos fortes, pois sabem que
palavras são sementes adubadas, quando detemos nas soluções e possibilidades são estas que
florescerão, e muitas vezes as possibilidades florescem tanto que os problemas se tornam
irrelevantes. As palavras que serão proferidas por você são uma opção: palavras de críticas
e cobranças, ou serão elogios e validação. Exerça o livre arbítrio e fale bem, fale com prudência.

LEI N° 3 - Se é para buscar culpados, busque a solução.

Como a crítica, buscar culpados é uma maneira fácil e rápida de se desresponsabilizar pelo mundo em
que vive, pelos acontecimentos, pelos fatos e resultados obtidos em sua vida e ao seu redor.
É muito fácil olharmos os erros dos outros, porém, mais difícil percebermos os nossos.
"Por que me capacitar mais, fazer novos treinamentos se o problema e culpa pelos meus fracassos são
os outros?" Não busque culpados. Busque solução e aliados, parceiros de uma aprendizagem eterna.

LEI N° 4 - Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor.

Muitas pessoas costumam a se fazerem de vítima, seja criticando e reclamando ou colocando-se
em uma situação de inferioridade e sofrimento. Se você quer chamar a atenção, ser querido,
amado e admirado, viva como um vencedor, aja como um vencedor, fale como um vencedor,
que da sua boca saiam palavras de vida e construção. Ninguém consegue a atenção e carinho
de outras pessoas por um longo período falando de seus sofrimentos e angústias, a
não ser que sejam duas pessoas debilitadas emocionalmente servindo de muleta uma à outra.

LEI N° 5 - Se é para justificar seus erros, aprenda com eles.

O erro é parte do aprendizado. Muitas pessoas já debilitadas emocionalmente e acostumadas a
ser criticadas e até mesmo humilhadas, ao errar foram programadas inconscientemente para negar
e fugir de seus erros, evitando tanto quanto possível reconhecê-los, evitando olhar para si, e assim,
evitando se sentir mais uma vez diminuídas e invalidadas. Para nos livrarmos deste péssimo hábito,
é necessário adquirirmos uma nova crença: "Não existem erros, apenas resultados". Devemos
aprender com os erros, para não colher os mesmos resultados basta fazer diferente da
próxima vez. Einstein dizia: "Loucura é continuar fazendo a mesma coisa e esperar resultados diferentes".

LEI N° 6 - Se é para julgar as pessoas, julgue apenas suas atitudes.

Quando alguém nos ofende a reação normal na maioria das pessoas é se magoar e entender a ofensa
como algo pessoal e direto. Outras pessoas retribuem a ofensa com agressões verbais. Levar a vida
assim é deixar um desconhecido mandar nos seus sentimentos e emoções. Em vez de julgar e condenar
as pessoas ao seu redor, tente julgar e compreender as atitudes delas. E se cada um de nós, em vez de
procurar erros e falhas nos outros procurasse em si, certamente o mundo seria muito melhor, com
menos barbeiros, com menos ofensa e com mais verdade.




Script idealizado por FOGO.4157 [FOG]
Todos os direitos autorais devem ser preservados.


[CFO] - Psicologia NiYXiJf

Instrutor do Grupamento de Ações Táticas Especiais.
Treinador nível dois.

"Companheirismo e Excelência."

[CFO] - Psicologia Linha10

Atenciosamente,

[CFO] - Psicologia Signat10
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum