Compartilhe
Rondeiros
Rondeiros
Popular

RCCoins : 200
Mensagens : 585
Localização : Habbo Hotel

Emblemas : [Organizadores de Rondas]  Setor Jurídico - Regimento Interno ®  PT725Sou uma conta Administrativa da RCC
em Seg Out 24, 2016 5:38 pm
Organizadores de Rondas

Regime Interno




Preâmbulo

"A companhia dos Organizadores de Rondas é soberana nos seus meios de trabalho, visando uma comunidade mais passiva, educada e viável por intermédio de nossos serviços. Este documento vigora todas as normas e tudo que dispõe desta companhia e deve ser seguido por todos os membros que nela trabalham. Nós, Organizadores de Rondas, assumimos o compromisso com a verdade, a bondade e a utilidade. Que assim seja nossa alma rondeira em todos os membros e que se faça transmitir nossas virtudes pelos quatro cantos do Habbo Hotel"


Capítulo I - Generalidades

Artigo 1: A companhia dos Organizadores de Rondas tem como objetivo aplicar rondas e contribuir com a missão primordial da Instituição Polícia Militar Revolução Contra o Crime, o combate ao crime no Habbo Hotel. Além de zelarmos por uma comunidade mais passiva, educada e respeitosa para com a Habbo Etiqueta.

Artigo 2: Todos os membros da companhia que constam oficialmente em nossas listagens devem seguir este documento, independente do cargo que ocupam na companhia.

Artigo 3: Todos os membros da companhia dos Organizadores de Rondas têm direitos e deveres iguais e são iguais perante a lei, independente de todas as distinções existentes na humanidade.

Artigo 4: Os membros da companhia dos Organizadores de Rondas devem se respeitar e serem companheiros uns com os outros, sempre zelando por fazer o certo e o melhor para a Polícia Militar Revolução Contra o Crime e por toda a comunidade do Habbo Hotel em geral.

Artigo 5: Os membros da companhia dos Organizadores de Rondas devem ser compromissados e devem estar em dia com suas obrigações e deveres dentro da companhia. Ressalvo em casos de reserva ou licença da companhia.

Artigo 6: Os membros da companhia dos Organizadores de Rondas usam a brevê de cor amarela/laranja para a sua identificação. Todavia, para os Comandantes/VIPs + o uso da brevê é opcional. Mas caso optem por não usar a brevê devem identificar o seu cargo na companhia em sua respectiva missão.

Capítulo II - Perímetro

Artigo 7: É considerado território ou quarto da companhia dos Organizadores de Rondas todos aqueles que têm alguma função, objetivo ou propósito ao grupo, independente do proprietário do quarto.

Artigo 8: Assim como consta no Código de Conduta Militar todos os membros da companhia dos Organizadores de Rondas independente de qual quarto da companhia for, devem estar com seu emblema, farda e missão corretos.

Artigo 9: É proibido qualquer tipo de confusão nos quartos da companhia dos Organizadores de Rondas, sob pena de punição interna e externa que será decidida de acordo com o consenso da liderança da companhia.

Artigo 10: Os únicos membros da companhia dos Organizadores de Rondas que poderão ter direitos nos quartos ou grupos das companhias são os Ministros +. Ressalvo em casos específicos, ou de motivo de força maior.

Artigo 11: Em nosso perímetro só será permitida a transição de policiais que não sejam da companhia devidamente acompanhados por um membro dos Organizadores de Rondas. Ressalvo no quarto de Treinamento de Fardas.

Artigo 12: Em casos de ataques ou emergências em nossas dependências será retirado os direitos de todos os Ministros e apenas a Liderança da companhia ficará com direitos nos quartos até que se encerrem as investigações.

Capítulo III - Fórum

Artigo 13: O fórum da companhia dos Organizadores de Rondas é no seguinte sítio eletrônico: http://www.policiarcc.com/f154-organizadores-de-rondas-da-rcc

Artigo 14: Só terão acesso ao fórum dos Organizadores de Rondas os membros da companhia, moderadores do fórum-geral, corregedores e membros da Auditoria Fiscal.

Artigo 15: No fórum da companhia dos Organizadores de Rondas circula todo o nosso cotidiano e relações internas para que seja devidamente arquivado e melhor visualizado. Bem como toda a estruturação de nossa companhia.

Artigo 16: Os tópicos básicos do fórum ficam na parte inferior do website, onde são divididas as questões fundamentais da companhia. E são disponíveis para todos os visitantes de nosso fórum.

Artigo 17: Os tópicos dividem-se em cinco setores que abrigam determinados tipos de áreas. Os cinco setores estão divididos da seguinte maneira:

-Centro de Recursos Humanos Interno – Lista de Militares e Lista de Ex-membros.
-Setor Jurídico – Regime interno e Portarias.
-Setor de Rondas e Porcentagens – Formulário de Rondas e Porcentagem Semanal.
-Setor de Comunicações – Ouvidoria e Apostila de Dicas/Curiosidades
-Setor de Reuniões – Cronograma/Formulário de Justificativa


Artigo 18: Os sub fóruns do nosso fórum são encontrados na parte superior do website e apenas terá acesso quem está adicionado ao respectivo sub fórum, como também moderadores do fórum. São áreas de trabalho dos demais cargos da companhia e demais funções de nossa companhia.

Artigo 19: Qualquer membro da companhia dos Organizadores de Rondas que usar de nosso fórum para fazer bagunça será expulso da companhia e punido externamente de acordo com o Código Penal Militar.

Capítulo IV - Estrutura Hierárquica

Artigo 20: Os cargos da companhia dos Organizadores de Rondas estão divididos em quatro setores, que são, respectivamente:

-Liderança (Líder e Vice-líder);
-Ministério (Ministro);
-Educadores (Avaliador e Capacitador);
-Setor Principal (Organizador de Rondas e Aprendiz Organizadores de Rondas);


Artigo 21: A hierarquia por cargos da companhia dos Organizadores de Rondas é feita da seguinte maneira:

-Líder;
-Vice-líder;
-Ministro
-Avaliador;
-Capacitador;
-Organizador de Rondas;
-Aprendiz Organizador de Rondas;


Artigo 22: O Líder é a autoridade máxima dentro da companhia dos Organizadores de Rondas.

Artigo 23: Quaisquer promoções, rebaixamento ou expulsões dentro da hierarquia da companhia dos Organizadores de Rondas devem ser realizadas de forma justa, correta e imparcial. Tendo qualquer membro o direito de apresentar um recurso formal contra uma promoção, rebaixamento ou expulsão interna.

Artigo 24: Quaisquer mudanças na hierarquia da companhia dos Organizadores de Rondas deverá ser votada em reunião ministerial, juntamente com a Liderança.

Artigo 25: Independente do cargo na companhia os membros deverão tratar-se conforme a hierarquia da Instituição Polícia Militar Revolução Contra o Crime. Respeitando seus superiores, inferiores e pares.

Capítulo V - Tarefas Internas

Artigo 26: As tarefas internas da companhia dos Organizadores de Rondas são funções específicas de determinados membros da companhia. Atualmente existem duas tarefas internas: Treinadores e Promotores de Eventos.

Artigo 27: Os Treinadores são membros responsáveis por promover e organizar os treinamentos semanais internos entre os membros da companhia dos Organizadores de Rondas. Os Treinadores serão escolhidos pelo Líder da companhia.

Artigo 28: O Promotor de Eventos é o membro que promoverá os eventos mensais da companhia dos Organizadores de Rondas. O Promotor de Eventos será escolhido pelo Líder da companhia. Tendo como requisitos para ser um Promotor de Eventos:

- Criatividade;
- Ter conhecimento avançado sobre os wireds.
- Ter uma grande quantidade de wireds e mobis.


Artigo 29: Os Treinadores e o Promotor de Eventos não são dispensados de suas obrigações, realizam estas atividades como uma função extra.

Artigo 30: Os Treinadores e Promotores de Eventos são identificados na listagem oficial dos membros da companhia com uma TAG ao lado de seu nick.

Artigo 31: Os Treinadores e Promotor de Eventos ganham 20 medalhas efetivas positivas extras ao final do mês como gratificação.

Capítulo VI - Cargo Honorífico e Título de Honra

Artigo 32: A companhia dos Organizadores de Rondas dispõe de um cargo honorífico, o Consultor, e um título honorífico, o Membro de Honra.

Artigo 33: O cargo de Consultor é um cargo de honra da companhia dos Organizadores de Rondas, sendo pouco acessível aos policiais. É um cargo que tem como função apenas ser um conselheiro do grupo, opinando sobre os projetos e mudanças que virão ocorrer na companhia.

Artigo 34: O Consultor deverá ser conhecedor das normas desta companhia e estar sempre atualizado quanto às mesmas. Sendo bem participativo nas reuniões e compromissado em comparecer nestas.

Artigo 35: Para um policial ser nomeado Consultor da companhia dos Organizadores de Rondas deverá ter maioria simples de votos dos membros presentes em votação numa reunião ministerial da companhia.

Artigo 36: Para um policial tornar-se um Consultor deverá possuir a patente/equivalência igual ou superior a General. Caso o policial seja reformado, deverá ter se reformado em uma patente/equivalência igual ou superior a General.

Artigo 37: Para o cargo de Consultor há apenas uma vaga e encontra-se o policial que foi nomeado Consultor na listagem oficial de membros da companhia e nas Portarias.

Artigo 38: O membro de honra é um título honorífico da companhia dos Organizadores Rondas, sendo pouco acessível aos policiais. Os membros da companhia que forem nomeados “de honra” ficarão com seus nick's eternizados na lista oficial de membros da companhia.

Artigo 39: Para um policial se tornar membro de honra deverá ter feito história na companhia dos Organizadores de Rondas pelos seus feitos, ética e moral.

Artigo 40: Não se pode requerer o título honorífico, deve-se ter indicação do Ministério ou da Liderança.

Artigo 41: Para que o policial seja efetivado como membro de honra deverá passar por duas votações, a primeira em uma reunião ministerial e a segunda em uma reunião geral, todas por maioria simples dos votos.

Capítulo VII - Metas Semanais

Artigo 42: A meta semanal dos membros do Setor Principal da companhia dos Organizadores de Rondas é de realizar 6 rondas e aplicar 1 COT(Curso Operacional Tático).

Artigo 43: Os Capacitadores e Avaliadores terão que cumprir com uma meta semanal reduzida de 03 rondas e 0 COT.

Artigo 44: O membro do Setor Principal apenas será dispensado de cumprir com suas metas semanais caso esteja em reserva, licença ou for um caso especial.

Artigo 45: Todas as rondas e COT's(Cursos Operacionais Táticos) serão contados por unidade realizada/aplicada pelo Ministro Geral, que tem total autonomia para cancelar quaisquer rondas irregulares.

Artigo 46: Somente serão oficializadas as rondas ou cursos que estiverem postados em seus respectivos tópicos e conforme o modelo disposto por estes.

Artigo 47: O cumprimento ou não das metas semanais nas normas que são previstas neste documento acarretará em gratificação ou em caso contrário, em punição.

Capítulo VIII - Líder

Artigo 48: O Líder é o cargo mais alto da companhia dos Organizadores de Rondas e tem máximo poder na companhia. É responsável pelo grupo inteiro e tudo que o abrange.

Artigo 49: Para o cargo de Líder há 1 vaga.

Artigo 50: O Líder poderá nomear um “Líder Temporário” para cuidar da companhia, caso necessite de uma licença longa.

Artigo 51: O Líder tem total autonomia para vetar qualquer projeto, decisão, ou mudança que não julgue necessária para companhia.

Capítulo IX - Vice-líder

Artigo 52: O Vice-líder é responsável por coordenar o Ministério e atua como auxiliar do Líder, sendo seu braço direito.

Artigo 53: Para o cargo de Vice-líder há 2 vagas.

Artigo 54: O Vice-líder é um membro que deve servir de exemplo para todos da companhia.

Capítulo X - Ministério

Artigo 55: Os membros do Ministério tem como função zelar pelas boas-relações do grupo, sua ordem, progresso e apresentar projetos para a melhoria da companhia.

Artigo 56: Ao todo são seis ministérios que atuam cada um com sua determinada função, mas devem estar em harmonia. Os seis ministérios presentes na companhia dos Organizadores de Rondas são, respectivamente:

-Ministério Geral;
-Ministério da Justiça;
-Ministério das Relações Exteriores;
-Ministério dos Recursos Humanos I(Interno) e II(Externo);
-Ministério da Documentação;


Artigo 57: Há 1 vaga para cada Ministério, totalizando 6 ministros, ressaltando que no Ministério dos Recursos Humanos são dois ministros.

Artigo 58: O Ministro Geral é o responsável em realizar a porcentagem semanal e mensal da companhia dos Organizadores de Rondas e supervisionar se o membro postou sua ronda de forma correta e regular.

Artigo 59: O Ministro da Justiça é responsável por aplicar as normas desta documento, mantendo a ordem no grupo. Tudo que abrange punições é de função deste ministro.

Artigo 60: O Ministro das Relações Exteriores é responsável por organizar a Mega Ronda e tudo que a abrange, sendo também responsável por fiscalizar juntamente com o Líder se as rondas estão sendo aplicadas com máxima qualidade.

Artigo 61: O Ministro dos Recursos Humanos I é o responsável por manter nossas listagens internas oficiais dos membros da companhia atualizadas, bem como a listagem oficial de ex-membros. O Ministro dos Recursos Humanos II é o responsável por manter o Centro de Recursos Humanos da Instituição Polícia Militar Revolução Contra o Crime atualizado sobre os membros de nossa companhia.

Artigo 62: O Ministro da Documentação é o responsável pelos arquivos internos da companhia dos Organizadores de Rondas que por sua vez, irá dispor dos membros exonerados da companhia e punições graves do mesmo. Também é de responsabilidade deste Ministro manter todos os grupos da companhia atualizados, juntamente com a Liderança.

Artigo 63: Todos os Ministros devem estar atentos ao sub fórum do Conselho Ministerial, onde circulam todas as atividades gerais do ministério.

Artigo 64: Todos os Ministros devem manter os respectivos sub fóruns de seu ministério atualizados com os relatórios de suas funções em dia.

Artigo 65: É de responsabilidade do Ministério aplicar os cursos de Graduação I e II, bem como todos os ministros podem aplicar o teste de admissão para a companhia.

Capítulo XI - Avaliador

Artigo 66: O Avaliador tem como função aplicar os cursos de Avaliação I e II para os membros do Setor Principal. Possui também como função cumprir com a meta semanal reduzida de 3 rondas e 0 COT.

Artigo 67: Para o cargo de Avaliador há 3 vagas.

Capítulo XII - Capacitador

Artigo 68: O Capacitador tem como função aplicar o curso de Capacitação para os Aprendizes Organizadores de Rondas. Possui também como função cumprir com a meta semanal reduzida de 3 rondas e 0 COT.

Artigo 69: Para o cargo de Capacitador há 3 vagas.

Capítulo XIII - Organizador de Rondas

Artigo 70: Os Organizadores de Rondas tem como função aplicar rondas, contribuindo com a missão primordial de nossa instituição militar, o combate ao crime no Habbo Hotel. E também têm como função aplicar o COT(Curso Operacional Tático), contribuindo com a nossa segunda missão primordial de nossa instituição militar, formar jovens de boa índole.

Artigo 71: Para o cargo de Organizador de Rondas há 10 vagas.

Artigo 72: Os Organizadores de Rondas devem concluir o curso de Avaliação II e após este, dedicar-se a cumprir suas metas semanais.

Artigo 73: Os Organizadores de Rondas podem optar por colocar o número de rondas e COT's(Curso Operacional Tático) realizados na semana.

Capítulo XIV - Aprendiz Organizador de Rondas

Artigo 74: Os Aprendizes Organizadores de Rondas tem como obrigação realizar os cursos de Capacitação e Avaliação I e principalmente adaptar-se ao grupo por um período de 07(sete) dias. Sendo vetada a saída da companhia antes dos 07(sete) dias de adaptação ao grupo.

Artigo 75: Para o cargo de Aprendiz Organizador de Rondas há 10 vagas.

Artigo 76: Aprendizes Organizadores de Rondas muito recentes na companhia entram em casos especiais nas porcentagens das metas semanais.

Artigo 77: Os Aprendizes Organizadores de Rondas só poderão cumprir com a meta dos Organizadores de Rondas depois de realizar a Capacitação. Nenhum membro da companhia pode aplicar uma ronda sem ter feite e sido aprovado na Capacitação.

Capítulo XV - Recompensas e Punições Gerais

Artigo 78: Pelo seu trabalho apresentado positiva ou negativamente os membros da companhia dos Organizadores de Rondas terão seu trabalho reconhecido por intermédio de medalhas, positivas, como recompensa e negativas, como punição. Também poderá ser punido por meio de uma advertência, rebaixamento interno ou em casos graves com uma expulsão.

Artigo 79: Mensalmente são realizados os eventos da companhia dos Organizadores de Rondas onde são distribuídas 100 medalhas positivas temporárias ao longo do evento. Todavia, só receberão medalhas nos eventos os membros que cumpriram com suas metas semanais e/ou obrigações.

Artigo 80: Quaisquer membros, exceto da Liderança, que apresentarem um projeto para a companhia e este projeto for aprovado será gratificado com 80 medalhas positivas temporárias.

Artigo 81: O membro que for expulso da companhia dos Organizadores de Rondas levará consigo 200 medalhas negativas efetivas.

Artigo 82: O membro que faltar e não justificar sua falta nas reuniões semanais será punido com 20 medalhas negativas efetivas e receberá 1 advertência por falta de comprometimento com a companhia.

Artigo 83: Os Ministros só poderão aplicar uma advertência com permissão do Líder.

Artigo 84: Quem postará as gratificações sejam positivas ou negativas deverá ser obrigatoriamente um membro da Liderança.

Capítulo XVI - Recompensas e Punições por Cargo

Artigo 85: O Líder que cumpre com suas obrigações receberá mensalmente 80 medalhas positivas efetivas como gratificação, caso contrário, receberá 100 medalhas negativas efetivas como punição.

Artigo 86: O Vice-líder que cumpre com suas obrigações receberá mensalmente 70 medalhas positivas efetivas como gratificação, caso contrário, receberá 70 medalhas negativas efetivas como punição. O Vice-líder que sair da companhia de uma forma desonrosa receberá 150 medalhas negativas efetivas consigo.

Artigo 87: O Ministro (a) que cumpre com suas obrigações receberá mensalmente 60 medalhas positivas efetivas como gratificação, caso contrário, receberá 60 medalhas negativas efetivas como punição e poderá ser rebaixado à Avaliador. O Ministro que sair da companhia de uma forma desonrosa receberá 150 medalhas negativas efetivas consigo.

Artigo 88: O Avaliador que cumpre com suas obrigações receberá mensalmente 40 medalhas positivas efetivas como gratificação, caso contrário, receberá 40 medalhas negativas efetivas como punição e poderá ser rebaixado à Capacitador. 

Artigo 89: O Capacitador que cumpre com suas obrigações receberá mensalmente 30 medalhas positivas efetivas como gratificação, caso contrário, receberá 30 medalhas negativas efetivas como punição e poderá ser rebaixado à Organizador de Rondas.

Artigo 90: As recompensas e punições dos Organizadores de Rondas são feitas da seguinte maneira:

-Os Organizadores de Rondas que realizarem de 6 rondas e 1 COT(Curso Operacional Tático) durante a semana, ganharão 15 medalhas positivas efetivas como gratificação.

-Os Capacitadores e Avaliadores têm como obrigação aplicarem 3 rondas e 0 COT durante a semana.
-Os Organizadores de Rondas que realizarem 12 e 4 COT(Curso Operacional Tático) ou mais durante a semana ganharão 20 medalhas positivas efetivas como gratificação.
-Os Organizadores de Rondas que deixarem de acumular 6 rondas e 1 COT(Curso Operacional Tático) por 2 semanas, serão punidos com 1 advertência.
-O melhor Organizador de Rondas da semana, se estiver na seção de "Organizadores de Rondas ótimos" ganhará 15 medalhas positivas efetivas extras como gratificação.


Capítulo XVII - Reintegração

Artigo 91: Os ex-Ministros + que saíram de forma honrosa da companhia dos Organizadores de Rondas poderão retornar para a companhia no cargo de Capacitador sem necessidade de realizar nenhum teste, apenas com o consentimento da Liderança.

Artigo 92: O Líder que sair de forma desonrosa da companhia dos Organizadores de Rondas será declarado “exonerado” e não poderá retornar para a companhia dos Organizadores de Rondas em nenhum cargo, nem com o consentimento da Liderança.

Capítulo XVIII - Promoções na Companhia

Artigo 93: Na companhia dos Organizadores de Rondas há três cargos promotores que são, respectivamente: Líder, Vice-líder e Avaliador.

Artigo 94: O Líder da companhia promoverá até Líder temporário.

Artigo 95: O Vice-líder promoverá até Ministro(com consentimento do Líder).

Artigo 96: O Avaliador promoverá até Organizador de Rondas por conta da aprovação na Avaliação I.

Artigo 97: Não há de nenhuma forma tempo mínimo para promoções na companhia dos Organizadores de Rondas.

Artigo 98: Os requisitos para a promoção de cada cargo seguem listados abaixo:

Vice-líder –> Líder
Liderança;
Administração;
Comprometimento.

Ministro –> Vice-líder
Cumprir com as funções do seu ministério;
Cumprir com suas obrigações;
Conhecimento sobre toda a companhia;
Saber lidar com problemas avançados do grupo;
Ser um exemplo de membro.

Avaliador -> Ministro.
Cumprir com suas obrigações;
Excelência em sua função;
Dedicação a companhia, sendo ativo nas reuniões;
Conhecimento médio sobre a companhia;

Capacitador -> Avaliador.
Cumprir com suas responsabilidades como Capacitador.
Cumprir com suas obrigações;
Excelência em sua função;
Dedicação a companhia, sendo ativo nas reuniões;
Conhecimento médio sobre a companhia;
Cumprir com as suas responsabilidades de Capacitador.
   
Organizador de Rondas -> Capacitador.
Cumprir com as metas semanais da companhia;
Conhecimento básico sobre os Organizadores de rondas;
Ser aprovado na aula de Avaliação II.

Aprendiz Organizador de Rondas-> Organizador de Rondas
Realizar a aula de capacitação;

Adaptar-se ao grupo por um período de 07(sete) dias;
Realizar a AVI e se aprovado, escolher a permanência ou não na companhia.

Capítulo XIX - Reuniões

Artigo 99: As reuniões semanais da companhia dos Organizadores de Rondas ocorrerão todos os domingos as 15h30(horário oficial de Brasília), podendo ter mudança em casos de imprevistos.

Artigo 100: O membro que faltar na reunião semanal da companhia dos Organizadores de Rondas deverá justificar sua falta em até 48 horas após o término da reunião respectiva, respondendo ao tópico “[Org.ROND] Cronograma/Formulário de Justificativas. [Reuniões]”

Artigo 101: Faltas não justificadas irão ser punidas de acordo com este documento, ressaltando que 2 advertências por faltas não justificadas acarretarão em expulsão da companhia dos Organizadores de Rondas.

Artigo 102: Nas reuniões da companhia dos Organizadores de Rondas não serão aceitas brigas ou furdúncio promovidos pelos membros. Sob pena de os meliantes serem punidos por insubordinação. Bem como devem respeitar e seguir as ordens do ministrante da reunião, caso contrário, serão convidados a se retirar da reunião.

Artigo 103: Todos os sábados às 17h00(no horário de Brasília) terá reunião do Ministério. As reuniões do ministério são de extrema importância, para que sejam debatidos assuntos relevantes para serem abordados na reunião do domingo. Os Ministros não terão obrigação de comparecer nessa reunião, porém, caso não compareçam deverão justificar sua falta respondendo no tópico "[Organizadores de Rondas] Ministérios: Quadro de reuniões/Formulário de Justificativa" no sub fórum do Conselho Ministerial. Todavia, faltas não justificadas poderão acarretar em punições ao ministro(a) competente.

Artigo 104: Todas as mudanças decididas na reunião deverão obrigatoriamente ser postadas nas Portarias da companhia dos Organizadores de Rondas.

Capítulo XX - Saídas da Companhia

Artigo 105: Quaisquer membros da companhia dos Organizadores de Rondas têm o total direito de sair da companhia quando quiserem, desde que tenha motivos convincentes e seja autorizado pela Liderança. Exceto os Aprendizes Organizadores de Rondas que não poderão sair da companhia antes dos 07(sete) dias de adaptação.

Artigo 106: Quaisquer membros que saírem da companhia dos Organizadores de Rondas sem permissão da Liderança receberão 200 medalhas negativas efetivas como punição.

Artigo 107: Quaisquer atos que atentem contra o companheirismo internamente, como brigas, rivalidades e/ou acusações sem fundamento serão punidos com uma expulsão.

Artigo 108: A justiça da companhia dos Organizadores de Rondas deve zelar pelo bom-senso e ser totalmente imparcial.

Capítulo XXI - Licenças da Companhia

Artigo 109: Os membros da companhia dos Organizadores de Rondas que necessitarem se ausentar por mais de 3 dias deverão solicitar para um membro da Liderança uma licença. Caso contrário, será expulso da companhia por inatividade.

Artigo 110: O número mínimo de dias para se solicitar uma licença é 5 dias e no máximo o membro poderá solicitar 30 dias.

Artigo 111: Ministros + poderão se ausentar da companhia dos Organizadores de Rondas por no máximo 20 dias.

Artigo 112: O membro deverá postar o retorno de sua licença em até 24 horas. Caso contrário receberá 50 medalhas negativas como punição e sua licença será estendida por 5 dias, para que o policial tenha a oportunidade de postar o retorno da licença. Caso o membro não poste o seu retorno em até os 5 dias que sua licença foi estendida, ele será automaticamente expulso da companhia e receberá 200 medalhas negativas.

Artigo 113: Em casos que os membros da companhia dos Organizadores de Rondas necessitem por motivos de força maior se ausentar por mais de 30 dias há uma licença especial, a reserva. A reserva só pode ser autorizada pela Liderança e o membro em reserva não tem data específica para voltar. Mas nesse tempo, o mesmo deixará a sua vaga aberta para que outro membro assuma.

Capítulo XXII - Rondas

Artigo 114: Na companhia dos Organizadores de Rondas existem atualmente 6 modalidades de rondas, sendo elas, respectivamente: Recrutamento, Fechar quartos, Treinamento de fardas, Divulgação(da Polícia RCC, da Habbo Etiqueta ou Operacional), Ostensiva(Denunciar Infratores) e Guardião.

Artigo 115: Todas as modalidades de rondas com exceção do recrutamento devem ser realizadas com no mínimo 3 policiais, a ronda de recrutamento por sua vez pode ser realizado sozinho ou com mais policiais.

Artigo 116: A ronda de Guardião só poderá ser realizada com participantes que tenham patente Sargento/Advogado + com o COT devidamente concluído. Ressalta-se que vale para os participantes e não ao Organizador de Rondas que aplica esta modalidade.

Artigo 117: Os Screenshots/Prints que serão postados na ronda deverão ser da tela inteira, caso os Screenshots/Prints estejam cortados ou adulterados a ronda será cancelada.

Artigo 118: Para uma ronda de recrutamento ser considerada válida deve-se ter os Screenshots/Prints da recepção com no mínimo 5 civis, não sendo contados os próprio recrutadores nas cabines.

Artigo 119: A companhia dos Organizadores de Rondas é responsável pela Mega Ronda com todos os policiais da Instituição Polícia Militar Revolução Contra o Crime todos os sábados das 19h as 20h. As rondas realizadas no evento podem ser postadas normalmente no Formulário de Rondas.

Artigo 120: Qualquer membro da companhia dos Organizadores de Rondas poderá ministrar uma Mega Ronda, tendo direito a 2 auxiliares. Para isso basta responder o tópico “ [Org.ROND] Agendamento da Mega Ronda”.

Capítulo XXIII - Curso Operacional Tático


Artigo 121: O Curso Operacional Tático cuja TAG de identificação é [COT] é um curso opcional para policiais da Instituição Polícia Militar Revolução Contra o Crime que ocupam a patente Sargento/Advogado +. Este curso é aplicado unicamente pela Companhia dos Organizadores de Rondas.

Artigo 122: Qualquer membro da Companhia dos Organizadores de Rondas poderá aplicar o COT(Curso Operacional Tático), todavia, é de obrigação oficial a aplicação para os membros do Setor Principal, que de aplicar ao menos 1 curso na semana.


Arquive-se. Publique-se. Pratique-se.


Idealizado por HunterRed.
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum